Publicado em Deixe um comentário

MUCOSITE

Olá meninas,

A mucosite é um sintoma que pode ocorrer tanto no tratamento com quimioterapia quanto com radioterapia. Ela é uma inflamação da mucosa e, por isso, pode levar à feridas dolorosas nas regiões da boca e do trato gastrointestinal.

Hoje vamos falar da mucosite oral que, pela região afetada, pode fazer com que a ingestão alimentar fique prejudicada. É importante sempre lembrar da importância em se alimentar mesmo com essa ferida. Algumas estratégias podem ser utilizadas para aliviar esse sintoma e favorecer a alimentação:

– Modificar a consistência das preparações para que essa seja mais macia e pastosa, como purês, cremes, vitaminas etc.;

– Evitar consumir alimentos secos e duros, difíceis de engolir, como bolachas, torradas etc;

– Diminuir ou eliminar o consumo de temperos industrializados com grande quantidade de sal, além de outros condimentos naturais fortes, como pimentas;

– Não consumir alimentos cítricos, como limão, laranja, abacaxi;

– Utilizar canudo para beber líquidos;

– Beber bastante água;

– Manter a higiene oral adequada;

– Evitar preparações à temperaturas muito quentes, preferindo sempre à temperatura ambiente ou fria;

– Veja no local que você realiza a Quimioterapia se eles também fazem a Crioterapia, que nada mais é do que aplicação de gelo na região da boca antes e durante a sessão;

– Que tal se refrescar em casa e ajudar a aliviar os sintomas? Você pode congelar frutas picadas, como banana e morango e batê-las no liquidificador com um pouco de leite ou água, fazendo um cremoso sorvete de frutas. Outra fruta bacana é a manga. Você pode cortá-la e congelá-la, depois bater no liquidificador com um pouco de água e colocar algumas folhas de hortelã para dar mais sabor. Você pode deixar esses sorvetes um pouco fora da geladeira antes de consumir, para que a temperatura não esteja muito gelada e não incomode.

Por: Bruna Diniz, nutricionista.

Publicado em Deixe um comentário

MUCOSITE

Já falei aqui sobre os efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia. Hoje vamos falar sobre a mucosite, esse enooorme incomodo na boca, um dos efeitos colaterais mais sentidos! Vocês sentiram?

Se você for uma Cat que não sabe o que é “mucosite” você pode até ser considerada uma pessoa de sorte. Se você for uma Cat que sofre com isso, não se preocupe, que dá para amenizar! A mucosite é uma inflamação da parte interna da boca e da garganta que pode levar a úlceras dolorosas e feridas nessas regiões. Ocorre em até 40% das pessoas que recebem quimioterapia, mas principalmente nas sessões de radioterapia (da cabeça e pescoço).

Causas:

  • Alguns tipos de quimioterapia.
  • Queda do sistema imunológico, pela quimioterapia.
  • Radioterapia da região da cabeça e pescoço.
  • Transplante de medula óssea.

A sensação pode melhorar com gelo! O nome técnico é “crioterapia oral”, que consiste na sucção de lascas de gelo antes e durante cada quimioterapia, pode reduzir a ocorrência da mucosite. Alguns médicos ainda indicam anestésicos locais (Como Nenedent) ou analgésicos (como Oncilon). Caso a mucosite te incomode então, converse com seu médico!! Mas não esqueça que independente de qualquer remédio, é importantíssimo cuidar da saúde bocal encovando os dentes da maneira correta.

Recomendações a serem seguidas durante o tratamento do câncer:

  • Escovar os dentes com pasta contendo flúor.
  • Passar fio dental suavemente.
  • Fazer gargarejos com bicarbonato de sódio.
  • Remover a dentadura.
  • Escolher alimentos que exijam pouca ou nenhuma mastigação.
  • Evitar alimentos ácidos, picantes, salgados e secos.

Ainda falando sobre mucosite, uma das opções para amenizar o desconforto é a laserterapia. Vocês conhecem?O tratamento com o laser age estimulando a atividade celular, conduzindo à liberação de fatores de crescimento por macrófagos, proliferação de queratinócitos, aumento da população e degranulação de mastócitos e angiogênese. Palavras complicadas né? Resumindo: Esses efeitos podem levar a uma aceleração no processo de cicatrização de feridas devido, em parte, à redução na
duração da inflamação aguda, resultando numa reparação mais rápida.

Fonte: OncoguiaINCA

Publicado em Deixe um comentário

DENTISTA ANTES, DURANTE E DEPOIS DO TRATAMENTO

Procurar o dentista antes de iniciar o tratamento quimioterápico é muito importante para manter a saúde bucal durante todo o processo. O uso de medicamentos que afetam as células do corpo podem causar sérios danos aos dentes.

Os chamados efeitos colaterais que podem acometer a boca são:

  • boca e gengivas doloridas;
  • boca seca;
  • língua ardente, inflamada ou esfolada;
  • infecções de gengivas;
  • alterações do paladar;
  • dor e dificultar a mastigação, a deglutição e a fala.

Iniciar o tratamento com algum problema bucal pode potencializar esses efeitos colaterais, mas lembre-se que embora chatos, duram somente até o final do tratamento.