Publicado em Deixe um comentário

Dicas para quem usa maquiagem durante tratamento

Nossa Cat e fisioterapeuta Marcia Aquino separou mais algumas dicas sobre saúde e beleza para todas nós!

Márcia também é acupunturista e professora de dermato-funcional, especializada pelo INCA em fisioterapia em oncologia e Boiética no Instituto Fernandes Figueira. Se você ainda não conferiu sua história como paciente, é só clicar aqui.

Agora, as dicas:

Usar ou não usar maquiagem durante o tratamento oncológico? Eis a questão!

Mesmo utilizando a brincadeira de parafrasear Shakeaspeare, o assunto é sério, mas pode ser divertido também.

Durante o tratamento oncológico, principalmente durante a quimioterapia, onde podemos ter uma queda no sistema imunológico, a dúvida persiste em algumas pessoas.

De uma forma geral, não existe contraindicação no uso de maquiagem durante a quimio, mas é importante ressaltar que existem sim cuidados a serem tomados!

Cuidar-se, de forma geral, é importante em qualquer fase da vida. Maquiar-se deve ser uma diversão, mas também uma forma de cuidar de sua imagem pessoal, não uma obrigação.

Existem pessoas que não gostam de se maquiar e não querem. Existem outras que, durante a fase do tratamento, descobrem a maquiagem como uma forma de ajudar a cuidar das imperfeiçoes da pele, atenuar a expressão, corrigir ou criar uma nova sobrancelha, etc.

Não vou entrar nessas questões no artigo. O objetivo aqui é ajudar você que adora maquiagem ou que está começando a descobri-la, conservar os cuidados com a pele e utilizar a maquiagem de forma segura.

Assim, aqui vão 10 dicas para quem usa maquiagem durante o tratamento com câncer (basicamente para todas que usam maquiagem no dia a dia):

1 – Nunca durma de maquiagem. Use demaquilante e lave bem o rosto;

2 – Durma com a pele limpa e hidratada;

3 – Hidrate sempre a pele e use protetor solar antes da maquiagem, ou produtos que tenham FPS. Também não se exponha muito ao sol;

4 – A higiene de seus pincéis é fundamental, lave-os regularmente;

5 – Produtos fora do prazo de validade não são aconselhados, pois podem conter fungos e, durante o tratamento, como estamos mais vulneráveis às infecções, os riscos são maiores;

6 – Guarde bem os seus produtos bem tampados e em local adequado, de preferência longe do banheiro onde encontramos mais bactérias;

7 – Cuidado e higiene ao manusear seus produtos. Não de deixe-os abertos por muito tempo, lave as mãos antes de usá-los, não utilize pincéis sujos;

8 – Parabeno, chumbo e outros componentes não são recomendados, e já vêm sendo abolidos de países como os Estados Unidos há algum tempo. Leia a composição de seu produto e pesquise se eles podem ser nocivos. Seu dermatologista também pode ajudar;

9 – Alimente-se bem, hidrate-se (principalmente com água), faça atividade física adequada. Esses são fatores que ajudam muito a beleza da pele;

10 – Cuide de suas emoções, humor, medite, veja comédias ou tenha bons livros, crie ou peça ajuda para criar mecanismos contra o estresse.

Lembre-se: a beleza vem realmente vem de dentro (ou como queira dizer: vem da alma, vem do espirito). Quando estamos bem passamos essa beleza para o exterior.

Eu sei… Durante o tratamento passamos por muita fase difícil e por isso devemos procurar ajuda sempre. Resiliência é fundamental em qualquer momento da vida. Mas, cuidar-se de si, usar uma linda maquiagem e transforma-se tem ajudado muitas mulheres nessa fase a redescobrirem-se.

Portanto, maquiar-se ou não maquiar-se? A decisão é sua, mas cuide de sua pele, converse sempre com seu dermatologista e informe-se.

Publicado em Deixe um comentário

DICAS PARA O CALOR

O calor tá demais né gente? Essa é a Cat Priscila Nascimento, de Blumenau. A primeira foto ela tirou em Dezembro de 2015 e a segunda foto em Janeiro desse ano, em Arraial do Cabo. Olha só o cabelão!!! A dica dela para espantar esse calor é tomar um banho de mar. Qual é a sua dica?

Só cuidado com o sol! Principalmente durante o tratamento!

 

Publicado em Deixe um comentário

DICAS PARA COMBATER O ENJOO

Como contei no Capítulo 17 da Novelinha, o enjoo me pegou de jeito! Além de todo o emocional abalado, todos esses incômodos físicos me derrubavam. Para se sentir melhor, a gente acaba aprendendo alguns truques importantes (o gelado e o cítrico passam a ser nossos melhores amigos!).

Menos saliva

Dê preferência aos alimentos mais secos, como torradas, pães, bolachas e biscoito (sem recheios). A consistência desse tipo de alimento auxilia no controle da sialorreia (aumento da produção de saliva), um dos sintomas comuns durante a náusea. Outro fator importante é que, por serem fontes de carboidratos, são de fácil mastigação, digestão e absorção, contribuindo com o controle da taxa de açúcar no sangue (glicemia). Também apresentam sabor neutro, o que diminui o estímulo sensorial do reflexo do vômito.

Fácil digestão

Banana nanica é um ótimo aliado para ajudar a controlar o enjoo, além de ser um alimento com consistência mole, o que torna a digestão mais fácil e reduz a possibilidade de contração do estômago, que pode causar o vômito. A fruta também é rica em potássio, que controla o vômito, e vitamina B, que ajuda a evitar a náusea.

Quanto mais frio, melhor!

Procure consumir raspadinha de gelo ou mesmo um cubo de gelo 40 minutos antes das refeições. Inclusive, se possível opte pelas preparações em temperatura ambiente ou por ingerir alimentos frios. A baixa temperatura amortece os receptores de paladar, o que pode ajudar na deglutição do alimento.

Azedinho do bem

Frutas cítricas (como limão, por exemplo), são ricas em ácido fólico, uma vitamina do complexo B que estimula a formação dos ácidos digestivos, favorecendo o esvaziamento gástrico e diminuindo o surgimento de enjoos. Alguns pacientes reduzem muito a sensação de náusea ao chupar sorvete de limão ou mesmo a fruta in natura.

Hidrate-se

Deve-se priorizar a ingestão de oito a dez copos de líquidos entre as refeições para evitar desidratação. Essa medida minimiza a pressão no estômago, reduzindo a ocorrência de refluxo. Entre os líquidos, boas opções são os líquidos claros, como sucos, chás e caldos, limitando o uso de líquidos com muita cafeína, incluindo refrigerantes à base de cola, café e chá preto ou mate ou verde.

Dicas da nutricionista

  • Evite que o paciente fique próximo à cozinha na hora do preparo da refeição para impedir que os cheiros dos alimentos durante a cocção acentuem as náuseas;
  • Prepare pratos visualmente agradáveis e coloridos;
  • Use talheres de plástico, caso o sabor de metal esteja interferindo no sabor dos alimentos;
  • Mantenha a cabeça elevada 45° durante e após as refeições;
  • Crie sempre um ambiente agradável para se alimentar. Mesas bem arrumadas, conversas agradáveis e um bom fundo musical podem ser úteis.” 

Confira a matéria completa aqui.

Com base em todas essas dicas, compartilho com vocês algumas receitinhas:

Que tal fazer um chá pra tomar durante o dia?

CHÁ DE HORTELÃ COM GENGIBRE:

Hortelã com gengibre fica uma delícia, e são dois aliados da digestão. Além de tudo super fácil de fazer: é só ferver a água e a partir dela preparar uma infusão, deixar uns 5 a 10 minutinhos tampado e depois é só gelar! A quantidade é muito pessoal, tem quem não goste muito do sabor forte do gengibre, então você pode adaptar do seu jeitinho.

SUCO CÍTRICO

Ou que tal um suco? O bom do suco em relação ao chá é que a gente já pode fazer gelado, não precisa esperar a infusão. Já que o cítrico ajuda, então aconselho o suco de abacaxi, limão, morango, hortelã e gengibre. É só bater no liquidificador 2 copos de água gelada, 1/4 abacaxi, 1 limão, 4 morangos, hortelã e gengibre a gosto. Gelado e refrescante! Fica ótimo também com um pequeno ramo de alecrim fresco, que também é aliado da digestão.

RASPADINHA DE LIMÃO:

A raspadinha de limão é ótima para antes das refeições. Faça um suco concentrado de limão (sem açúcar). Bata gelo no liquidificador com esse suco. A quantidade é de acordo com a quantidade de suco do limão, mas normalmente é 1 limão para 1 copo de água gelada. Para quem se adaptar a raspadinha, pode até mesmo já congelar o suco de limão e depois só bater esses gelos de limão.

Fonte: Vencer o câncer

Publicado em Deixe um comentário

DICAS DE MAKE

Maquiagem, assim como qualquer assunto, também tem material pra se estudar e se ler sempre. Afinal, sempre um novo produto é lançado ou alguma técnica é ensinada por aí. E foi pesquisando material, que encontrei essas dicas da Revista Donna e resolvi compartilhar, afinal são importantes – principalmente se você está fazendo quimio. Veja:

Não negligencie a limpeza dos pincéis de make
Quanto mais limpos os pincéis, melhor e mais fácil será a aplicação da sua maquiagem. Pincéis sujos trazem bactérias para sua pele e consequentemente alergias, acne etc.

Não preencha as sobrancelhas com a mesma quantidade de lápis ou pó do início ao fim
As extremidades devem ser preenchidas com mais suavidade do que o arco/centro das sobrancelhas. Depois de preencher as falhas, use uma escovinha de rímel velha ou uma escovinha própria de sobrancelhas e penteie elas para suavizar as linhas e deixa-las com aspecto mais natural.

Cuide ao aplicar lápis preto nos olhos
Se usar em toda a volta dos olhos e linha d’água vai fazer seus olhos parecerem ainda menores do que são: a dica para destaca-los e fazer parecerem maiores é usar lápis no delineado da pálpebra superior, esfumar sombra marrom na pálpebra inferior e usar lápis bege na linha d’água.

Não use iluminador em áreas onde os poros são mais abertos
Quem tem bochechas com poros maiores deve evitar chegar lá com o iluminador, porque o brilho vai evidenciá-los. Mantenha somente o alto das maçãs do rosto iluminadas.

Fonte: Revista Donna

Publicado em Deixe um comentário

DICAS DE MAKE (ORGULHO PINK)

Vamos relembrar o segundo episódio da websérie Orgulho Pink? Um episódio cheio de informação para quem quer aprender a fazer uma make bem linda!

O Orgulho Pink é essa linda websérie que fiz junto com a Camila Coutinho do blog Garotas Estúpidas. Cada episódio, um assunto diferente. No primeiro episódio, que postei aqui, falamos sobre Lenços e nesse segundo episódio é a vez de falarmos sobre Maquiagem.

Cat, não precisa ter medo do pincel não viu? Treinando você vai pegando a prática e a maquiagem vai ficando cada vez melhor (e sendo feita mais rápida). Maquiagem foi bem essencial para que eu mantivesse minha confiança e feminilidade. Afinal de contas, não gostava quando via minha cara de minhoca no espelho! Contamos com a ajuda da Juliana Rakoza para dar dicas ótimas nesse episódio. Vejam:

Publicado em Deixe um comentário

DICAS PARA ARRASAR COM ESMALTE

Durante o tratamento, a unha também sente os efeitos colaterais. Ela fica fraca, ressecada, até pode mudar de cor. Na hora de deixá-las do jeito que você gosta, tem algumas regrinhas que você deve seguir: a número um, mais importante de todas é não tirar a cutícula!! Nem um pouquinho! Use creme e empurre com a espátula, mas nada de alicate por perto. Isso porque o tratamento mexe com a imunidade, e a cutícula nos protege!

Sobre esmalte, consulte seu médico e veja se você está liberada. Eu passava uma semana esmalte escuro, uns diazinhos sem esmalte e depois usava alguma cor clara. Mas quanto mais tempo sem esmalte, melhor. E se for passar, preste atenção no produto, quanto menos química, melhor também.

Vai tentar passar uma corzinha em casa? Segue as dicas do M de Mulher:

1) Evite as bolinhas

Quando os dedos estão quentes, é comum que apareçam pequenas bolinhas no esmalte. Correntes de ar também causam esse problema. Para evitar que isso aconteça, experimente segurar um punhado de gelo durante 30 segundos antes de esmaltar as unhas. Importante: antes de aplicar a segunda camada, espere que a primeira seque bem. E, claro, escolha um lugar sem vento.

2) Escolha um esmalte multifuncional

Praticidade é bom e todo mundo gosta, certo? Por isso, na hora de eleger qual esmalte passar, prefira aqueles que já possuem top coat (aquela camada extra de brilho) na fórmula e que seja de longa duração. Aqueles com cobertura selante são ainda melhores, pois não amassam e não ficam com aspecto craquelado.

3) Tire os borrões sem sofrer

Este passo costuma ser o mais difícil. Mas não precisa ser assim. Olha só: primeiro, posicione o palito entre a cutícula e a unha. Deixe-o firme (apoiar o cotovelo na mesa, ajuda) e contorne os dedos bem devagar. Espere o esmalte secar bem. Então, limpe os cantinhos que sobraram com um pincel para lábios embebido em removedor de esmaltes.

4) Não se esqueça da base

Usar base é importante não só porque o produto ajuda a deixar as unhas mais fortes, mas também porque ela cria uma película protetora, evitando que as unhas fiquem manchadas com o pigmento de qualquer esmalte. Além disso, o produtinho facilita – e muito – na hora de tirar os borrões. Basta aplicá-la ao redor das cutículas antes de esmaltar.

5) Deixe a acetona de lado

Sim, o produto tira o esmalte bem rapidinho. Mas não faz nada bem para a saúde das unhas. Pelo contrário: com agentes químicos, a acetona causa o ressecamento e a fragilidade delas. Isso significa que as unhas podem ficar quebradiças e até com manchas brancas. Prefira os removedores de esmalte.

Prontas para arrasar com as unhas feitas?

Publicado em Deixe um comentário

CABELOS FINOS, COMO TRATAR?

Após a fase da careca os cabelos voltam a crescer de forma surpreendente. Pessoas que tinham cabelo liso passam a ter cabelos encaracolados, outras com cabelos grossos e fartos passam a ter cabelos finos e ralos.
Pensando nos cuidados com os cabelos que voltam a crescer, vamos apresentar algumas formas de como cuidar dos diferentes tipos. Hoje falaremos dos cabelos lisos e finos.
Os cabelos lisos e finos são mais frágeis e delicados, embaraçam e quebram com mais facilidade, tendendo a ressecar mais facilmente, por isso, os cuidados com os fios incluem:

  • Usar xampu e condicionador próprios para cabelos finos e lisos;
  • Colocar condicionador apenas nas pontasdos fios de cabelo;
  • Não pentear o cabelo quando estiver molhado;
  • Evitar usar secador ou chapinha para secar o cabelo, pois agridem os fios de cabelo;
  • Caso seja necessário usar o secador, aplicar um protetor térmico antes, colocá-lo a uma temperatura baixa e mantê-lo pelo menos 3 centímetros longe do couro cabeludo;
  • Depois de seco, pentear o cabelo, começando por desembaraçar as pontas dos fios de cabelo e só depois percorrer os fios até a raiz, pois o cabelo fino e liso quebra mais facilmente;
  • Depois de penteado, prender o cabelo com um coque ou uma trança, cerca de três dias na semana para proteger os cabelos finos de quebrar;
  • Fazer uma hidratação ao cabelo a cada 15 dias, preferindo os produtos com queratina para manter os fios fortes e resistentes;
  • Outra dica importante para cuidar do cabelo liso e fino é aparar as pontas dos fios regularmente, pois o cabelo fino tem tendência a ficar com pontas duplas facilmente;
  • E para finalizar, os produtos para cabelos finos e lisos devem ser próprios para este tipo de cabelos, para deixar os fios mais leves, reparados e hidratados, mantendo o seu brilho.