Publicado em Deixe um comentário

Os benefícios da yoga ao paciente com câncer

Vários estudos mostram como a yoga só traz benefícios para os pacientes com câncer. A prática pode ser feita durante o tratamento e ajuda a manter o bem-estar físico, emocional e espiritual da pessoa, interferindo positivamente na vida do paciente!

Estudo

A ciência há tempos estuda a relação entre a yoga à saúde do organismo, e o câncer já foi objeto de alguns ensaios.

Uma pesquisa realizada pelo MD Anderson Cancer Center (uma das principais referências mundiais no tratamento do câncer) em 2011, com portadoras de que câncer de mama, mostrou que a prática de yoga, além de reduzir os níveis de cortisol (hormônios do estresse), promoveu a melhora no funcionamento do organismo das mulheres como um todo. Aumentou a capacidade de executar as tarefas do dia a dia, reduziu o cansaço e fez com que elas encarassem a doença com um pensamento mais positivo.

Ainda segundo o estudo, a prática de yoga estimulou a produção de um neurotransmissor conhecido como GABA, que está ligado a depressão e outros transtornos de ansiedade, quando aparece em baixos níveis.

FONTE: ONCOGUIA

Publicado em Deixe um comentário

BENEFÍCIOS DA IOGA NO TRATAMENTO CONTRA O CÂNCER

RIO — Se encarar o cotidiano de cabeça erguida às vezes é uma tarefa difícil, o desafio aumenta diante de uma doença tão imprevisível quanto o câncer. Foi para tentar aliviar o sofrimento dos pacientes que o professor Thiago Leão decidiu oferecer aulas de ioga para os que precisam se submeter à quimioterapia. As aulas são ministradas nas clínicas do Grupo Oncologia D’Or às terças, das 8h às 11h, em Botafogo; e às quintas, das 9h ao meio-dia, na unidade de Copacabana. Durante os encontros, familiares, acompanhantes e enfermeiros são bem-vindos.

Neto do professor Hermógenes, precursor da ioga no Brasil, e à frente do instituto que leva o nome do avô, Leão ensina aos pacientes técnicas de respiração, relaxamento e meditação. São exercícios simples e pensados de forma que possam ser feitos em casa. Leão diz que a filosofia repassada em sala se estende a questões como boa alimentação e pensamento positivo em relação à doença.

— A ioga considera o ser humano como um todo. Hoje sabe-se que o estresse pode piorar o quadro de várias doenças. Então, quando cuidamos dessa estafa, ajudamos no tratamento do paciente — diz Leão.

Márcia Almeida, de 55 anos, descobriu um tumor no intestino em abril de 2016. Ela fez quimioterapia de junho a janeiro deste ano, quando ingressou nas aulas. Moradora de Botafogo, ela diz se sentir menos ansiosa e mais equilibrada emocionalmente.

— Logo depois da quimioterapia, eu não podia andar nem dez minutos que sentia falta de ar. Agora, vou andando de Botafogo à Marina da Glória (no Flamengo) — conta Márcia.

Segundo Leão, as aulas podem ser feitas independentemente do tipo de câncer diagnosticado. Mas ele ressalta que a ioga não serve para curar a doença, e sim como uma terapia que acompanha o trabalho dos profissionais de oncologia:

— Fazemos exercícios para ajudar os remédios a fazerem o trabalho deles. O tratamento, de fato, é com o médico.
FONTE: http://oglobo.globo.com/rio/bairros/os-beneficios-da-ioga-no-tratamento-contra-cancer-21127083#ixzz4cu90bQOx

Publicado em Deixe um comentário

AS MIL E UMA UTILIDADES DA SEMENTE DE GIRASSOL

Costuma tirar proveito de seu óleo? Pois está mais do que na hora de dar uma chance à semente, justamente de onde o tempero é extraído. Segundo a nutricionista Ana Beatriz Barrella, da RG Nutri Consultoria, em São Paulo, o alimento se sobressai por concentrar ômega-6, uma gordura boa. “Além de compor as membranas celulares, ela é precursora de substâncias que modulam as respostas inflamatórias e a manutenção da pressão”, descreve. Só não se esqueça também de levar à mesa as fontes de ômega-3 (como a chia), porque a desproporção entre essas gorduras é associada a um maior risco de piripaques no peito. A semente tem outro trunfo: é lotada de fibras, fundamentais para estimular o trânsito intestinal. “Elas também deixam a digestão de carboidratos mais lenta. Assim, a glicose não é absorvida de uma só vez”, diz Ana. Isso é ótimo para segurar a fome e barrar o aparecimento do diabete, por exemplo. Pensa que acabou? Que nada. O interior do grão reúne antioxidantes, especialmente o ácido fenólico. E estudos já apontaram que, por causa desses elementos, o alimento bate de frente com os radicais livres. “Como consequência, auxilia na prevenção de tumores e doenças cardiovasculares”, lembra a profissional da RG Nutri. Em trabalho publicado em 2012, cientistas do Centro Alemão de Pesquisa do Câncer perceberam que o alto consumo dessa semente protegeu mulheres após a menopausa contra a doença na mama. O efeito, nesse caso, teria a ver com as lignanas, que, além do efeito antioxidante, possuem estrutura similar à do estrogênio, hormônio feminino que está em queda nesse momento.

Com ou sem casca?

No mercado, encontramos as duas versões. Mas a isenta de casca é mais prática, pois essa parte do alimento não costuma ser consumida. Só tome cuidado para não encher a despensa com os pacotinhos que têm bastante sal. Em casa, a semente pode ser assada, cozida ou torrada. Uma excelente ideia é triturá-la e utilizar sua farinha para empanar frango e peixe – e, para o preparo ficar realmente saudável, recorra ao forno em vez da fritura. Os grãos inteiros ficam bacanas dentro de um mix de castanhas ou, ainda, direto na salada.

Fonte: M de Mulher

Publicado em Deixe um comentário

11 BENEFÍCIOS DO RISO PARA A SAÚDE

Com tanta correria: rotinas nos hospitais, exame, quimioterapia e tuuuudo mais, claro que nos estressamos! Mas mesmo com tudo isso, não podemos deixar de sorrir. Não estar bem às vezes não tem problema, é humano. Ficamos tristonhos, querendo carinho, abraço, mimos, chorar vendo filme, pensativos… Mas isso de vez em quando. No dia a dia, sorrir é um ato natural, de graça e um grande aliado de nossa saúde!

Claro, além daquela deliciosa sensação que o riso causa, ele também ajuda a prevenir doenças e auxilia no bom funcionamento corporal. Dar gargalhada já é um ótimo motivo só pela sensação,mas imagine descobrir 11 benefícios? Pois vejam (de acordo com o site Minha Vida):

Coração:

Uma pesquisa na Universidade de Loma Linda, na Califórnia (EUA), afirma que o riso pode reduzir o risco de doenças cardíacas. A equipe separou dois grupos de pessoas que tinham sofrido um ataque cardíaco e estavam sob cuidados médicos. O primeiro grupo assistia a vídeos de humor durante 20 minutos, todos os dias.

Após um ano, esse grupo apresentou uma queda de 66% da proteína C-reativa, que é um marcador da inflamação e do risco de problemas cardiovasculares. A queda dessa substância no outro grupo foi de apenas 26%. Como conclusão, as pessoas que riram mais tiveram o risco de problemas cardíacos reduzido significativamente.

Colesterol e Diabetes:

Dar boas risadas pode aumentar os níveis de colesterol bom no sangue, de acordo com uma pesquisa realizada na Universidade Loma Linda. Os pesquisadores acompanharam 20 pacientes diabéticos com altas taxas de colesterol ruim no sangue. Todos usavam remédios para controlar esses problemas.

Metade desses pacientes continuou com o tratamento padrão, enquanto a outra metade, além de tomar a medicação, assistia a filmes de comédia diariamente, durante 30 minutos. Após um ano, o grupo que foi estimulado a gargalhar elevou seus níveis de HDL, o bom colesterol, em até 26%. No grupo de controle o aumento foi de apenas 3%.

Pressão arterial:

Um estudo realizado na escola de medicina da Universidade de Baltimore (EUA) descobriu que rir diminui a pressão arterial, enquanto o estressa a aumenta.

A equipe estudou 20 voluntários saudáveis, não fumantes, com idade média de 33 anos. Eles assistiam primeiro a um trecho de um filme que causasse estresse e, 48 horas depois, viam um filme de comédia.

Antes de assistir a cada filme, os voluntários ficavam em jejum e submetiam-se a testes para saber como vasos sanguíneos respondiam a súbitos aumentos no fluxo de sangue.

Ao final do estudo, foi revelado que o estresse reduz o fluxo de sangue em 35%. Já as risadas provocadas pela comédia fizeram com que o fluxo aumentasse 22%, reduzindo a pressão arterial. Paralelo a isso, ocorria uma limpeza dos vasos sanguíneos.

Pulmões:

De acordo com a especialista em terapia do riso Conceição Trucom, quando damos uma boa gargalhada, a absorção de oxigênio pelos pulmões aumenta. Inalamos mais ar e, com isso, a expiração também fica mais forte. “Com maior ventilação pulmonar, o excesso de dióxido de carbono e vapores residuais é rapidamente eliminado, promovendo uma limpeza ou desintoxicação”. Ou seja, rir limpa os seus pulmões e ainda os deixa mais fortes!

Digestão:

De acordo com a psicóloga Fátima Niemeyer, da Sociedade Brasileira de Psicologia, os músculos que são mais estimulados quando rimos são os abdominais. Esses movimentos fazem uma espécie de massagem em nosso sistema gastrointestinal, melhorando a digestão. “Essa massagem também revigora todo o trabalho hepático”, diz Conceição.

Circulação:

O ritmo cardíaco acelera quando começamos a rir. Os batimentos podem atingir até 120 pulsações por minuto, em comparação com as 70 pulsações por minuto quando estamos em repouso. “Quando a pulsação aumenta, o sangue circula mais intensamente no organismo, o que aumenta a oxigenação de todas as células, tecidos e órgãos”, afirma Fátima. Isso faz com que nosso organismo funcione a todo vapor!

Sistema imunológico:

“Durante uma sessão de gargalhadas, os níveis de cortisol e adrenalina – hormônios do estresse – baixam”, diz Conceição. Além disso, nosso cérebro passa a produzir endorfina, hormônio que nos deixa relaxado.

Isso faz com que o corpo consiga produzir mais células de defesa, que ficam mais ativas, fortalecendo o sistema imunológico e blindando o organismo contra doenças.

Segundo Conceição, as células que ganham vantagem na produção – quando os níveis de estresse abaixam – são os linfócitos B, responsáveis pela produção de anticorpos; os linfócitos T, que são verdadeiros rastreadores de vírus e bactérias; a imunoglobina A, um anticorpo essencial no combate às infecções respiratórias; e as células NK, que são destruidoras de células cancerígenas.

Combate a rugas:

Ao dar boas risadas, nós movimentamos 12 músculos faciais e, ao dar gargalhadas, movimentamos 24 desses músculos. Quando conversamos e gargalhamos ao mesmo tempo, então, são 84 músculos. Todo esse exercício facial estica a pele, retardando o aparecimento de rugas.

Exercício físico:

De acordo com uma pesquisa feita pela equipe da Universidade de Loma Linda, uma gargalhada é tão saudável quanto a prática de exercícios físicos. Isso porque ela estimula a circulação, produz endorfina e também movimenta nossos músculos, não só do abdômen, mas das pernas, braços e pés.

Os pesquisadores afirmaram que o riso pode ser a chave para a saúde de idosos que não conseguem praticar atividades físicas.

Autoestima:

“O sorriso melhora o bom humor, eleva a autoestima te deixa mais seguro”, diz a psicóloga Melina Blanco Amarins, do Hospital Albert Einstein. Ela afirma que a Terapia do Riso nos hospitais é capaz levantar o alto astral do paciente e diminuir o sofrimento da internação, deixando-o mais confiante.

A psicóloga Fátima conta que o sorriso traz uma série de sensações agradáveis e ajuda a eliminar sensações negativas, como tristeza e, até mesmo, depressão.

Sorrir é contagioso!

A psicóloga Melina explica que o sorriso, além de trazer todos esses benefícios a nossa saúde, ainda é capaz de nos aproximar das pessoas conhecidas e aumentar as chances de fazer novas amizades. Afinal, ele não deixa de ser uma forma de comunicação. “Sorrir faz parte das relações sociais e compartilhá-lo faz bem a você a ao próximo!”, diz Melina.

Publicado em Deixe um comentário

OS BENEFÍCIOS DO AÇAÍ

Não sei vocês Cats, mas eu sou fã assumida do açaí. Apesar de ser conhecido por ser bem calórico, ele é esquecido pelos seus tantos nutrientes. Típico brasileiro, é rico em proteínas, contém também fibras, lipídios, fósforo, magnésio, manganês, ferro e cálcio, e uma boa quantidade de vitaminas B1, B2 e C. Uma curiosidade é que ele é consumido como prato doce ou salgado.

Com tudo isso, podemos dizer que o açaí é um verdadeiro aliado da boa saúde. Confira:

Redução do colesterol:
 possuindo gorduras boas para o organismo, as vegetais, o consumo de açaí pode reduzir o colesterol ruim e melhorar a circulação sanguínea. Mesmo que você consuma alguma gordura animal além da conta, o açaí consegue reduzir os índices de colesterol.

Previne doenças cardiovasculares:
 o consumo de açaí protege os vasos sanguíneos contra a aterosclerose, que é o endurecimento das artérias. Aliado à redução do colesterol, esse benefício propicia a saúde do sistema cardiovascular, reduzindo os riscos de derrames, infartos e outros problemas ligados à circulação.

Proteção anti-inflamatória:
 asmas e doenças autoimunes podem ser combatidas com o consumo de açaí. As inflamações e suas consequentes dores também podem ser combatidas, sem qualquer efeito colateral proporcionado por medicamentos.

Prevenção do câncer:
 possuindo antocianinas, que é um tipo de antioxidante, o açaí também protege o organismo contra o surgimento de diversos tipos de câncer. As antocianinas estão presentes nas bagas do açaí e são elas que dão as cores fortes do fruto.

Combate os radicais livres:
 o efeito antioxidante do açaí promove um verdadeiro combate aos radicais livres, o que melhora o metabolismo e aumenta a imunidade.

Reduz o envelhecimento:
 combatendo radicais livres, aumentando a imunidade e reduzindo o risco de doenças, o açaí também protege as células contra o envelhecimento e a sua degeneração, o que ajuda a manter o corpo saudável e, principalmente, mais jovem do que a idade poderia aparentar.

Melhora a digestão:
 como é rico em fibras, o açaí ajuda no trato digestivo, proporcionando um funcionamento bem melhor dos intestinos, aglutinando as gorduras em excesso e eliminando-as do corpo.

Fortalece os ossos:
 como também possui muito cálcio, o açaí contribui para a formação dos ossos e melhora também a dentição. Esse fator faz com que seja recomendado até para crianças.

Combate as cãibras:
 o potássio existente no açaí é maior do que nas bananas, nossa principal fonte de potássio, o que reduz em muito as cãibras resultantes de muita atividade e pouca hidratação.

É importante que o açaí a ser consumido seja de qualidade, que sua procedência seja de confiança. Ahh, e claro, para o melhor consumo, o ideal é que não acrescentemos açúcar, leite condensado ou afins. Frutas acompanham bem! Sou fã do morango com açaí, hmmmmmm!

E então? Nesse calor, vai um açaí aí?

Fonte:(Vida Saudável)

Publicado em Deixe um comentário

PIPOCA E OS BENEFÍCIOS

Além de muito divertida, ótima companhia de filme, a pipoca é também amiga da nossa saúde! A pipoca e outros cereais matinais contém “quantidades surpreendentes” de substâncias antioxidantes conhecidas como polifenóis – que têm potencial de diminuir o risco de câncer e doenças cardíacas – normalmente encontradas em frutas e legumes.

O estudo foi apresentado por cientistas da Universidade de Scranton, na Pensilvânia, durante a 238ª Reunião da American Chemical Society (ACS), em Washington.

Os polifenóis são a principal razão pela qual frutas e legumes – e alimentos como chocolate, vinho, café e chá – se tornaram conhecidos por seu potencial para diminuir o risco de doenças.

Até agora, acreditava-se que esses cereais eram alimentos saudáveis e ajudavam a combater o câncer e doenças cardíacas por causa de seu alto teor de fibra, mas segundo os autores do estudo, ninguém havia comprovado a alta presença de polifenóis.

“Mas recentemente, os polifenóis emergiram como potencialmente mais importantes. Os cereais matinais, macarrão, biscoitos e salgadinhos feitos à base de grãos (como pipoca) constituem mais de 66% do consumo de grãos na dieta americana”, disse o químico Joe Vinson, autor do estudo.

Segundo os cientistas, a quantidade de antioxidantes encontradas em cereais integrais é comparável à encontrada nas frutas e legumes, por grama.

Os polifenóis são substâncias químicas encontradas em muitas frutas, legumes e outras plantas, como frutas vermelhas, nozes, azeitonas, folhas de chá e uvas. Conhecidos como antioxidantes, eles removem os radicais livres do corpo.

Os radicais livres são substâncias que têm potencial de danificar células e tecidos do corpo. Os cereais integrais com maior quantidade de antioxidantes são feitos com trigo, milho, aveia e arroz, nesta ordem, segundo Vinson.

Segundo o químico, farinhas integrais também tem alto teor de antioxidantes, salgadinhos de grãos integrais tem ligeiramente menor quantidade de antioxidantes do que cereais matinais e, dentre esses salgadinhos, a pipoca é a mais rica em antioxidantes.

Se engorda? Quando consumida de forma simples a pipoca não engorda, tem apenas 30 Kcal por xícara, e pode até ajudar a emagrecer porque é um alimento que pode ser consumido como lanche, que contém poucas calorias e uma boa dose de fibras.

No entanto, a pipoca preparada com óleo ou manteiga e é regada com sal ou leite condensado realmente engorda porque estes aditivos possuem muitas calorias, e por isso devem ser evitados. A mesma recomendação serve para as pipocas de micro-ondas que são preparadas com óleo, manteiga, sal e outros aditivos que podem prejudicar sua dieta.

A pipoca pode ser extremamente saudável se for preparada na panela apenas com um fiozinho de azeite para estourar ou quando é preparada no micro-ondas e depois comer sem qualquer aditivo.

Fonte: Catraca Livre e Tua saúde

Publicado em Deixe um comentário

BENEFÍCIOS DO ALONGAMENTO

Alongar não é importante só para quem pratica atividades físicas. Pode e deve ser feito ao longo do dia ou com frequência, de acordo com Thiago Fernandes, preparador físico e diretor da Limiar2.

“Com o alongamento, a pessoa ativa as células corporais, que ficam inativas quando ficamos muitas horas parados. Além disso, a atividade melhora a circulação sanguínea,  reorganiza as fibras musculares, aumenta a oxigenação dos músculos, reduz tensão e chances de estiramentos, além de desconforto muscular”, explica.

Thiago ressalta ainda que a principal função do alongamento é aumentar a amplitude dos movimentos corporais. Portanto, ao acordar, no chuveiro, no trânsito, no trabalho, após uma longa viagem ou até mesmo sentado em frente a TV ou computador, deve-se levantar e realizar movimentos que proporcione o relaxamento dos músculos. “O alongamento é válido para todos, mas principalmente para quem não faz exercícios físicos com frequência”, destaca.

Dicas

Que tal seguir algumas dicas de alongamento que podem ser realizadas em casa ou no trabalho? Assim será possível manter o corpo relaxado e redobrar a disposição. “Experimente e você poderá entender a importância do alongamento fora da rotina de exercícios”, diz Thiago.

— Segure os cotovelos por 20 a 30 segundos. Faça sempre nos dois lados e na mesma contagem de tempo. Para todos os movimentos repita esse processo 2 a 3x. Conforme vai ficando fácil, aumente o tempo para 30 a 40s;

— Estenda o braço e segure na linha do cotovelo . Não flexione o cotovelo para não inibir o mobimento. Segure 20 a 30s. Repita 2 a 3x;

— Estenda o braço e segure na palma da mão incluindo todos os dedos. Durante os exercícios respire profundamente e solte todo o ar dos pulmões. Aproveite o alongamento para relaxar a mente das preocupações diárias. Esse é o seu momento e curta ao máximo. Segure 20 a 30s. Repita 2 a 3x;

— Segure o cotovelo e simultaneamente direcione o tronco para o mesmo lado. Mantenha o abdômen contraído e sempre respirando profundamente. Segure 20 a 30s. Repita 2 a 3x;

— Segure levemente a cabeça, mantendo os ombros o mais alinhado possível. Deixe apenas o peso da mão exercer a força necessária. Todo alongamento deve ser suave e respeitando os limites de desconforto. Não force nos movimentos. Isso só machucará e a dor inibe a função de alongar;

— Segure um dos pés. Pode fazer apoiando na parede.  Mantenha nessa posição por 20 a 30s;

— Esse é simples, é como se fosse pegar alguma coisa no chão, sem flexionar os joelhos. Mantenha a respiração leve. Evite bloquear a respiração para não elevar a pressão arterial.

Fonte: Tribuna da Bahia

Publicado em Deixe um comentário

DIREITO DO PACIENTE

Saber nossos direitos é algo essencial! Importante lembrar que cada caso é um caso (depende do seu diagnóstico, do lugar que você mora, etc). O ideal é ir atrás de saber quais são seus direitos. O site Terra listou alguns pontos importantes:

1. Quitação do financiamento da casa própria

É preciso analisar o contrato de financiamento, pois alguns possuem cláusula que dá direito à quitação da dívida para pessoa com invalidez total e permanente, causada por acidente ou doença. Na compra da casa própria pelo Sistema de Financiamento Habitacional paga-se, junto com a prestação, um seguro destinado a quitar o imóvel em caso de morte ou invalidez, total ou parcial, decorrente de acidente ou doença grave (como o câncer) que incapacite o comprador para o trabalho. Para ter esse direito, as prestações devem estar em dia e a incapacidade deve ter sido adquirida após a assinatura do contrato de compra do imóvel.

2. Isenção de IPTU

Alguns municípios preveem, em sua Lei Orgânica, isenção do IPTU para pessoas portadoras de doença crônica, segundo critérios estabelecidos pela Prefeitura.

Como exemplo citamos: Teresina – PI, Rio de Janeiro – RJ, Estância Velha – RS, São Paulo – SP, São José dos Campos – SP e São Miguel das Missões – RS. Para saber as particularidades de concessão do benefício em cada cidade, é preciso buscar a legislação pertinente.

3. Resgate de previdência privada e seguro de vida

Quem possui plano de previdência privada deve consultar o contrato e o corretor da apólice de seguro, pois normalmente essas apólices preveem renda mensal ou resgate total nos casos de perda permanente, total ou parcial, das capacidades físicas por doença grave (displasia maligna) ou acidente. A incapacidade deve ser comprovada por laudo oficial.

O mesmo critério se aplica ao paciente que tenha contrato de seguro de vida individual ou coletivo. Ao ser diagnosticado com neoplasia maligna, ele deverá verificar se a apólice do seguro prevê o resgate. Para comprovar invalidez, não basta o paciente ser portador de câncer, deve haver atestado médico oficial que ateste a invalidez.

4. Isenção de IPI, IPVA, ICMS e IOF na compra de veículos adaptados

O IPI é um tributo federal, que incide sobre a fabricação dos produtos produzidos no Brasil. As pessoas com deficiência física, visual, mental severa, profunda ou autistas, ainda que menores de 18 anos, poderão adquirir automóvel com isenção de IPI, diretamente ou por intermédio de seu representante legal. O paciente com câncer pode se beneficiar dessa isenção quando possuir alguma dessas deficiências.

Em relação ao IPVA, por ser tributo estadual, cada Estado tem a sua legislação e prevê de maneira própria as particularidades de isenção. Muitos Estados preveem a isenção para os veículos destinados ao uso de pessoas com algum tipo de deficiência, podendo se enquadrar nessa condição o paciente com câncer com deficiência ou mobilidade reduzida. Essa informação pode ser obtida nos Detrans e nas Secretarias Estaduais da Fazenda.

Em relação ao ICMS, o Convênio 38/2012 estabeleceu a isenção para todos os Estados, e é válido para a aquisição de veículo automotor novo quando adquirido por pessoas portadoras de deficiência física, visual, mental severa ou profunda, ou autistas, diretamente ou por intermédio de seu representante legal.

O IOF é um tributo federal isento para as operações de financiamento para a aquisição de automóveis de passageiros de fabricação nacional, quando adquiridos por pessoas com deficiência física, atestada pelo Detran do Estado onde residem, por meio de perícia médica, que deverá especificar o tipo de deficiência física e a necessidade e capacidade do interessado para dirigir veículo adaptado. Assim, o paciente com câncer com algum tipo de deficiência física que só lhe permita dirigir veículo adaptado poderá usufruir desse benefício.

5 – Livre circulação de veículos

Em São Paulo os pacientes com câncer e que estejam em tratamento podem circular livremente nos dias de rodízio. Para tanto, deverão cadastrar o veículo que utilizam no Departamento de Operação do Sistema Viário – DSV. Não é obrigatório que o veículo esteja registrado no nome do paciente, nem que ele seja o único condutor.

6 – Transporte público gratuito

No município de São Paulo, por exemplo, existe isenção de tarifas no sistema de transporte coletivo municipal e intermunicipal, que compreende metrô, ônibus municipais, SPTrans, ônibus/micro-ônibus intermunicipais da EMTU e trens da CPTM, aos portadores de câncer durante o tratamento oncológico. É preciso verificar em cada cidade se há regulamentação específica nesse sentido.

7 – Uso de vagas especiais de estacionamento

Caso o paciente com câncer apresente alguma deficiência física ou visual, poderá usufruir desse benefício. O cartão deve ser colocado de forma visível, no painel do veículo. Verifique na Prefeitura de sua cidade como obter o cartão que dá acesso a essas vagas.

Fonte: Terra

Publicado em Deixe um comentário

COMO FAZER VALER OS SEUS DIREITOS

Aqui você encontra um guia sobre direito dos pacientes. É importante saber sobre si mesma, estar sempre com os documentos em mãos e então pesquisar quais são os seus direitos. O paciente com câncer, dependendo do preenchimento de determinados requisitos, pode usufruir de inúmeros direitos. Nem todos os direitos, porém, estão diretamente relacionados ao diagnóstico de câncer. Alguns benefícios legais decorrem da incapacidade para o trabalho, da presença de certos tipos de deficiência, da redução da mobilidade ou mesmo de outras condições estabelecidas em lei. Portanto, cada caso é um caso.

Mas e quando eles são desrespeitados? Você sabe como deve agir?
A lei garante diversos direitos aos pacientes com câncer, como acesso à medicamentos e outros procedimentos terapêuticos e de diagnósticos, isenção de impostos, benefícios previdenciários e relacionados a transportes. Não raras vezes, porém, a lei é desrespeitada e o paciente se vê privado de seus direitos.

Quando a lei não for respeitada, o paciente deve primeiramente formalizar uma reclamação para os órgãos de defesa, controle e fiscalização competentes, buscando a resolução do problema. Caso isso não seja suficiente para resolver a questão, pode ser necessário recorrer à via judicial.

Caso o paciente não tenha condições financeiras para pagar um advogado o acesso à justiça pode ser viabilizado por meio do Sistema dos Juizados Especiais (que também pode ser acionado independentemente da situação financeira do paciente) ou por intermédio das Defensorias Públicas, presentes em todos os estados e em âmbito nacional, e que prestam serviço de assistência judiciária gratuita à população carente, diretamente ou por convênios celebrados, na maioria das vezes, com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

A justiça está cada vez mais acessível ao cidadão, isso se deve em muito ao Sistema dos Juizados Especiais e a Defensoria Pública. Os Juizados Especiais possibilitam o ajuizamento de ações gratuitamente sem a necessidade de pagar por um advogado ou pelas custas processuais. A Defensoria Pública tem como atribuição prestar assistência jurídica gratuita às pessoas que não possuam recursos financeiros para pagar os honorários de um advogado e as custas processuais, bem como promover ação civil pública e todas as espécies de ações capazes de propiciar a adequada tutela dos direitos difusos, coletivos ou individuais homogêneos quando o resultado da demanda puder beneficiar grupo de pessoas carentes de recursos.

Fiquem atentas e não deixem de fazer valer os seus direitos!

Fonte:(Portal Oncoguia)

Publicado em Deixe um comentário

ISENÇÃO DE IMPOSTOS PARA COMPRA DE VEÍCULOS

O paciente de câncer com qualquer tipo de limitação física que o incapacite de dirigir veículo comum, poderá adquirir a Carteira Nacional de Habilitação Especial, para a condução de veículo especial adaptado às suas necessidades, com a isenção dos seguintes impostos:

  • Isenção de IPVA – Cada Estado possui legislação própria regulamentando a matéria. Por isso, o primeiro passo é verificar na legislação do seu Estado quais as hipóteses previstas para obter a isenção do IPVA. Muitos Estados preveem a isenção do IPVA para os veículos destinados ao uso de pessoas com algum tipo de deficiência, podendo se enquadrar nessa condição o paciente com câncer com deficiência ou mobilidade reduzida. Essa informação pode ser obtida nos DETRANs e nas Secretarias Estaduais da Fazenda. As concessionárias e revendedoras de veículos também costumam orientar seus clientes quanto à possibilidade de usufruir do benefício tributário e de como proceder para tal. De acordo com a legislação tributária, aquele que recolheu imposto indevidamente poderá pleitear sua restituição retroativa aos últimos 5 anos. Assim, se o beneficiário desse direito puder provar que já preenchia os requisitos legais para obter a isenção do IPVA poderá pedir a restituição do valor pago indevidamente (até os 5 anos anteriores à data do requerimento da restituição).
  • Isenção de IPI – As pessoas com deficiência física, visual, mental severa, profunda ou autistas, ainda que menores de 18 anos, poderão adquirir, diretamente ou por intermédio de seu representante legal, com isenção do IPI, automóvel de passageiros ou veículos de uso misto, de fabricação nacional. O paciente com câncer pode se beneficiar dessa isenção quando possuir alguma das deficiências acima mencionadas.                                                                                          
  • O benefício só poderá ser usufruído uma vez a cada 2 anos, sem limite do número de aquisições. Antes desse prazo é necessário obter autorização do Delegado da Receita Federal e o imposto só não será devido se o veículo for vendido a outra pessoa com deficiência. Lembrando que a isenção não alcança os acessórios opcionais que não sejam originais do veículo adquirido.

Fonte:(Portal Oncoguia)