Publicado em Deixe um comentário

Morre Marie Fredriksson, vocalista do Roxette

Marie Fredriksson, da dupla Roxette, morreu nesta segunda-feira (9), aos 61 anos anos. Segundo a assessoria da cantora, Marie faleceu “após uma batalha de 17 anos contra o câncer”.

Com nacionalidade sueca, a artista ficou famosa e reconhecida internacionalmente nos anos 90 graças aos hits de sucesso como The Look, Joyride e It Must Have Been Love. Seu companheiro de banda, Per Gessle, compartilhou sua homenagem à amiga nas redes sociais. “Você era a amiga mais maravilhosa há mais de 40 anos. As coisas nunca serão as mesmas”, lamentou o amigo.

Os dois se conheceram no fim da década de 70, época em que Marie participava do grupo Strul & Ma Mas Barn, enquanto Gessle tocava com Gyllene Tider, um dos maiores grupos da Suécia. Em 1986, os cantores criaram a dupla. Mesmo com uma grande popularidade na Escandinávia, a gravadora se recusou a lançar seus discos nos EUA. Porém, um estudante norte-americano que estudou na Suécia convenceu um DJ de seu país a tocar um dos hits do grupo. A partir deste momento, o sucesso foi inevitável.

A carreira da artista

Marie nasceu em 30 de maio de 1958, na Suécia, e iniciou a sua carreira artística quando se tornou amiga de seu futuro companheiro da banda Roxette, Per Gessle.

Em 2002, a cantora foi diagnosticada com um severo câncer no cérebro e passou por um longo tratamento. Em 2009, Marie voltou aos poucos para os palcos, seguindo com seus compromissos musicais e encontros com fãs até 2016, quando os médicos lhe pediram para interromper a turnê e se dedicar aos cuidados com a saúde.

Mas Marie nunca se entregou à doença e sempre continuou a se dedicar ao mundo da música. Entre 2010 e 2016, a cantora viajou em turnê pelo mundo e lançou um projeto solo, o álbum Now. Ela inclusive chegou a cantar em um casamento real durante o tratamento que a deixou com algumas sequelas. Em 2010, a banda Roxette se apresentou na festa de casamento da princesa herdeira da Suécia, Vitória, com Daniel Westling. Na ocasião, o evento foi descrito como “o maior casamento real da Europa desde que o Príncipe de Gales se casou com a Lady Diana Spencer, em 1981”.

Em 2016, mesmo com uma pausa nas apresentações, Marie continuou compondo ao lado do marido Mikael Bolyos. Em paralelo, ela utilizou o desenho com carvão como forma de terapia e montou várias exposições bem sucedidas.

Marie Fredriksson deixa o marido Mikael Volyos e seus dois filhos Ines Josefin, 26 anos, e Oscar, 23.

Publicado em Deixe um comentário

Confira a imagem chocante de uma tomografia

Cats, o Dr. Felipe Ades MD PhD – Oncologista compartilhou uma imagem incrível do Jornal médico New England, deste exame de tomografia!!!👁👁
Chocada!!!🙀🙀

“Imagem da semana do jornal médico New England Journal of Medicine.
Este é um exame de tomografia, que faz imagens do corpo humano como se fizesse fatias, que olhamos de baixo para cima. Na imagem a pessoa está deitada com os pés na sua direção e a cabeça atrás da sua tela. A imagem é uma fatia na altura do mamilo.
Na parte de baixo vemos uma vértebra, mais branca. A imagem circular no meio do exame é o coração, ao redor vemos os musculos e costelas e em cinza os pulmões.
A seta preta aponta para um câncer de pulmão. Durante o exame também se observam duas imagens que não fazem parte do corpo humano: o pequeno triângulo é um isqueiro e a seta branca é um maço de cigarros. Ambos no bolso da camisa.”, explica Dr. Felipe.

Muito chocante mesmo, não é Cats?

Publicado em Deixe um comentário

INSPIRAR – Simpósio para pacientes oncológicos

Queremos INSPIRAR pessoas, seus amigos e familiares a percorrerem o caminho da adversidade com acolhimento e leveza, durante e após o tratamento do câncer. Acreditamos que, despertando a autoestima, é possível resgatar o brilho pessoal.

INSPIRAR é um encontro de pacientes, profissionais de saúde, familiares, simpatizantes e Ongs parceiras para dialogar e atualizar sobre o enfrentamento e o tratamento do câncer.

No Salão Nobre, convidados especialistas debaterão os assuntos: Novos Tratamentos, A importância da Autoestima durante a Quimioterapia, Direitos de Pacientes, Gravidez e Câncer, Cuidados Paliativos, A Sintonia da Reabilitação, Atividade Física e Nutrição, Sexualidade e Câncer, A Sabedoria da escolha pela Resiliência e Cats na Moda.

Na Sala Tiradentes, as atividades programadas: Oficina de Automaquiagem com o Divo Agustin Fernandez, Cuidados com as unhas, Camuflagem Estética na reconstrução ou reposicionamento da aréola mamária, Musicoterapia e oncologia.

Encerramos com uma apresentação musical!

Confira nossos palestrantes confirmados e toda programação neste link!

Receba seu Certificado de Participação!

Dúvidas e mais informações contate: [email protected] ou [email protected]

Publicado em Deixe um comentário

Pesquisa das Oficinas de Auto Maquiagem do De Bem Com Você

Cats lindas, com certeza vocês devem conhecer as oficinas de automaquiagem organizadas pelo De Bem Com Você.

Mas vocês sabiam que eu sou a embaixadora do projeto aqui no Brasil? É muito legal fazer parte dessa iniciativa e fico muito feliz de ver como as oficinas mudam as vidas das Cats.

Através das oficinas gratuitas as Cats aprendem técnicas de beleza que ajudam a superar os desafios com a aparência, como perda de cabelo, descoloração e ressecamento da pele.

O mais legal de tudo é saber que essas oficinas tem um aspecto muito positivo na vida das pacientes e isso comprovado pelo Instituto ABIHPEC

Ahhh e se você ainda não participou de nenhuma oficina mas está louca para fazer parte, tenho uma ótima notícia. Você pode se inscrever através desse link para uma Oficina de Automaquiagem. Iremos realizar a oficina uma vez por mês lá na nova sede do Instituto Quimioterapia e Beleza.

Eai, vamos lá?

Os resultados da pesquisa foram baseados em dados de mais de 10.000 mulheres em 11 países durante 2018. O Programa Look Good Feel Better 2018 obteve os seguintes resultados.

Um AUMENTO de 93% na confiança entre as mulheres depois de participarem do programa.

  • 48% relataram sentir-se muito confiantes ou confiantes antes de participarem de uma oficina, em comparação com 92% após participarem de uma oficina. No Brasil, a confiança após a participação na oficina é maior do que 96%.

Uma REDUÇÃO de 94% nos entrevistados que sentiam pouca ou nenhuma confiança em sua aparência após a conclusão do programa.

  • 26% relataram sentir-se pouco ou nada confiantes com sua aparência antes de comparecer a uma oficina, em comparação com menos de 2% (1,6%) após a participação na oficina. No Brasil 0,1% não se sentem confiantes com sua aparência /autoestima após participarem de uma oficina.
  • 90% dos entrevistados concordam ou concordam totalmente com a afirmação de que sua aparência os faz sentir-se mais confiantes. No Brasil a pesquisa obteve o resultado de 96%.
  • 96% dos entrevistados classificaram o programa Look Good Feel Better como muito importante ou importante na melhora da autoestima. No Brasil o resultado é de 96,4%.
  • 95% dos entrevistados indicaram que estavam satisfeitos com o que aprenderam através do programa Look Good Feel Better. No Brasil a satisfação é de 96,4%.
  • 94% dos entrevistados sentiram-se apoiados pelos outros participantes do programa, (mulheres que estão em tratamento oncológico). No Brasil esse sentimento de apoio aparece em mais de 96%.

Na foto abaixo vocês podem conferir visualmente alguns dados coletados através de pesquisas com as Cats que já realizaram as oficinas. 

Publicado em Deixe um comentário

Dia de Doar

Durante o Outubro Rosa, o Instituto Quimioterapia e Beleza arrecadou mais de 12 mil lenços, um arraso, não é?

Mas não podemos parar por aí. Por isso, vamos dar continuidade às nossas ações!! No Dia Nacional de Combate ao Câncer, 27 de novembro, vamos participar da Campanha Mundial #diadedoar, com a nossa hashtag #doeparacats. Nesse dia, qualquer pessoa pode entregar 01 lenço na casa de uma paciente em tratamento de câncer.

Como participar

Para contribuir com a campanha #doeparacats acesse o site www.bancodelencos.com.br/doacao e faça uma doação de recursos, a partir de R$30,00, uma única vez ou mensalmente. Com esse valor você estará entregando um lenço na casa de uma paciente.

Para tornar-se um voluntário do projeto contribuindo com sua habilidade profissional ou doando serviços da sua Empresa, é só acessar o site e se cadastrar.

Na lojinha virtual da ONG também é possível contribuir adquirindo produtos, como livros, lenços, camisetas e kits da Pedalada Rosa, todo o recurso arrecado é destinado a entrega do Banco de Lenços, acesse o site e confira: loja.quimioterapiaebeleza.com.br.

É super simples!! Não fique fora dessa!

Publicado em Deixe um comentário

FARM + Quimioterapia e Beleza

Em uma ação para o Outubro Rosa, o Instituto Quimioterapia e Beleza se uniu com a Farm e com as Empooderadas para uma campanha linda. 

Durante todo o mês de outubro, em todas as lojas físicas e no site da FARM, estarão a venda alguns modelos de camiseta que são resultado dessa linda parceria.

Cada camiseta será vendida por 98 reais e uma porcentagem das vendas será revertida para o Instituto Quimioterapia e Beleza.

Não fique fora dessa. Garanta a sua!!

#nadadetristeza

Publicado em Deixe um comentário

Campanha Julho Verde 2018

?
?
?

Cats,  vamos aproveitar que hoje é o último do mês para lembrar do Julho Verde!!  A campanha nacional Julho Verde é um alerta para a prevenção do câncer de cabeça e pescoço, que atingem boca, língua, palato mole e duro, gengivas, bochechas, amígdalas, faringe, laringe, esôfago cervical, tireoide e seios paranasais!! Confiram a matéria para saber mais sobre essa campanha:

O Julho Verde foi criado para divulgar informações sobre esses tipos de cânceres que têm como principais fatores de risco o tabagismo, o consumo de álcool e as infecções por HPV.

São cerca de 10 mil mortes por ano no país, só para os cânceres de laringe e cavidade oral. Os sobreviventes enfrentam perdas significativas na qualidade de vida durante e após o tratamento.

Em 2018, o tema escolhido para o Julho Verde é “Toda voz merece ser ouvida” já que, na maioria dos casos, o tratamento compromete a fala do paciente. Independente da modalidade terapêutica escolhida (cirurgia, radio e/ou quimioterapia), a doença causa sequelas psicológicas e funcionais irreversíveis, que prejudicam a qualidade de vida do paciente.

O Brasil registra a cada ano cerca de 40 mil novos casos desses tumores malignos, segundo o Instituto Nacional de Câncer. Os números correspondem a 4% de todos os tipos da doença, sendo terceiro mais incidente entre os homens brasileiros. No Brasil, o câncer de boca chega a ser o 3º tipo de tumor mais frequente em algumas regiões, ocorrendo 7 vezes mais em homens do que em mulheres.

O tabagismo está relacionado a 97% dos diagnósticos de câncer de laringe. O álcool associado ao fumo aumenta o risco em 10 vezes para câncer nessa região. A infecção pelo HPV (papilomavírus humano) tem contribuído com o aumento na incidência da doença em jovens nos últimos anos em virtude da falta de uso de preservativos na prática do sexo oral. Esta é uma tendência mundial, que também já é identificada no Brasil.

Os tumores de cabeça e pescoço podem ser assintomáticos no princípio da doença. O diagnóstico das lesões iniciais é fundamental para garantir que os índices de cura se aproximem de 100%. Com o seu desenvolvimento, alguns sinais e sintomas podem aparecer, como manchas brancas na boca, dor local, lesões com sangramento ou cicatrização demorada, nódulos no pescoço, mudança na voz e rouquidão, e dificuldade para engolir.

“Por estas razões, nosso objetivo é alertar sobre os fatores de risco, muito presentes entre a população brasileira, e falar da importância do diagnóstico precoce. Em 60% dos casos, a doença já está mais avançada quando é descoberta”, destaca a presidente e fundadora da ACBG Brasil, Melissa A. R. Medeiros. As chances de cura são maiores se a doença for detectada no início. Com o autoexame, por exemplo, é possível e identificar se existem feridas na boca que não cicatrizam há mais de duas semanas ou inchaços no pescoço.

Além das terapias tradicionais, nos últimos anos algumas drogas promissoras têm conseguido melhorar o prognóstico dos pacientes, com uma ação mais eficiente e menos agressiva ao organismo, como as imunoterapias e terapias-alvo. A conscientização sobre essas doenças também reforça o trabalho de entidades como a ACBG, pelo maior acesso a tratamentos inovadores e suporte ao paciente pós-terapias.

Em 2017, a campanha Julho Verde foi destaque em veículos de comunicação em 23 estados brasileiros, com presença em emissoras de rádio, TV e grandes portais de notícias.

Publicado em Deixe um comentário

Câncer de boca: a cura pela prevenção

?
?

Boa noite, Cats! Vocês sabiam que o câncer de boca é uma doença super frequente entre os brasileiros??  Por isso é muito importante se prevenir! Se liguem nessa matéria que esclarece as medidas que devemo tomar para afastar ou detectar precocemente esse tipo de câncer. 

Apesar de estar entre os dez tumores mais comuns do Brasil, o câncer de boca, bem como seus sintomas, causas e tratamentos, ainda é desconhecido de boa parte da população. O cenário é comprovado pelo fato de que uma parcela expressiva dos diagnósticos ainda é realizada tardiamente, o que diminui de maneira considerável as chances de cura. De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca) somente neste ano 15 490 pessoas serão vítimas da doença, sendo 11 140 homens e 4 350 mulheres.

Tais números colocam o Brasil na ingrata terceira colocação entre os países com maior incidência do câncer de boca no mundo, atrás somente da Índia e da República Checa. A cada duas horas um brasileiro morre por causa da doença. O período de tempo transcorrido em uma partida de futebol ou em uma sessão de cinema no domingo, por exemplo, representa mais uma vida perdida, o que poderia ser evitado com medidas acessíveis e simples.

E por que o país apresenta tantos casos? Uma das respostas está no uso de álcool e tabaco, que, mesmo caindo, representa um dos maiores causadores da enfermidade. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de 90% dos pacientes diagnosticados com câncer de boca são tabagistas. Além disso, quando o fumo e o álcool estão associados, as possibilidades de desenvolver a doença aumentam em 30 vezes.

Homens acima dos 50 anos compõem a maior parte dos acometidos pelo problema. No entanto, o cenário está mudando. Cada vez mais jovens de até 40 anos estão apresentando a doença e um dos principais motivos é o papiloma vírus humano, mais conhecido como HPV.

Transmitido durante as práticas sexuais sem proteção, o vírus tem a capacidade de acelerar o tempo de desenvolvimento desse tumor. Um estudo produzido pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) mostra que há vinte anos o HPV representava 25% dos casos de câncer de amígdala. Atualmente, o número registrado é de 80%.

A maior medida para diminuir o número de vítimas está na prevenção, que pode ser feita inclusive em casa. O câncer de boca tem cura e, assim como o câncer de mama, pode ser facilmente identificado por meio do autoexame — neste caso, com a ajuda de um espelho.

Analisar a boca periodicamente, observar o aspecto da língua e de toda a cavidade oral (lábios, mandíbula, gengiva, glândulas salivares e garganta) deve se tornar hábito. O surgimento de feridas e lesões que demoram mais de duas semanas para sumirem são o sinal de alerta, assim como sangramentos, caroços, mudanças na coloração ou dor.

Entre os sintomas do câncer de boca estão também nódulos persistentes nas bochechas, irritação ou sensação constante de algo entalado na garganta, inchaço na mandíbula, dificuldade para engolir, mau hálito, dor para mastigar ou mover a língua, dentes frouxos na gengiva e até mesmo mudanças na voz e perda de peso. São sinais facilmente identificáveis não só pelo paciente, mas também pelas pessoas com quem ele convive. É importante ressaltar que o autoexame não substitui as visitas regulares aos cirurgiões-dentistas, fundamentais para o diagnóstico precoce.

É esse profissional que será responsável pelo encaminhamento de casos suspeitos para a confirmação e o posterior tratamento do câncer de boca e pelas orientações iniciais ao paciente. A localização e o estágio tumor determinam as medidas mais adequadas, que geralmente são cirurgia e/ ou radio e quimioterapia. Quando a doença é diagnosticada no início e tratada de maneira adequada, 80% dos casos chegam à cura.

Fica claro diante desse cenário que a grande questão em torno do câncer de boca é a prevenção. Para fortalecer a rede de informações sobre o tema e orientar a população, foi criada a lei federal nº 13.320 de 2015, que estabelece a primeira semana de novembro como a Semana Nacional de Prevenção ao Câncer de Boca. A importância do período é inegável, mas é essencial que os hábitos para combater a doença e diminuir o número de vítimas façam parte do cotidiano da população.

Fonte: SAÚDE

Publicado em Deixe um comentário

Mães que criam sozinhas seus filhos com câncer

Cats, olhem a notícia do El País que está circulando nas redes sociais, intitulada “A seleção dos filhos sem pai” 

 A matéria conta que seis dos onze jogadores titulares do Brasil na Copa cresceram distantes do pai biológico, e suas mães tiveram de encarar a criação dos atletas sozinhas.
Essa também é a realidade de muitas mães de crianças com câncer, que sofrem bastante na jornada de seus filhos, mas que precisam ter uma enorme força dentro de si para enfrentar, não só a criação, que já exige muito esforço, mas enfrenar a doença deles sem a ajuda do pai. 

Se fizermos uma busca no Google por relatos de pessoas que criam crianças com câncer, a maioria esmagadora dos depoimentos são de vozes maternas falando sobre o assunto, e geralmente o pai nem é citado. As causas dessa ausência são diversas, por exemplo, o abandono já desde cedo no nascimento, ou a própria opção pelo distanciamento perante o diagnóstico do filho, pois esse pai quer evitar a todo custo assumir uma responsabilidade, deixando para a mãe a função injusta de seguir sozinha diante do tratamento da criança. 

Os títulos se resumem a: “Mãe faz relato emocionante sobre batalha de filho de 10 anos contra o câncer”, “Experiências com mães de crianças com câncer”, “Desvelando a experiência de mães de crianças com câncer em uma unidade de cuidados paliativos” e muitas outras manchetes que indicam a batalha solitária da mulher que se torna mãe de um filho paciente oncológico, tendo que se desdobrar para passar sua energia aos pequenos e fazê-los ser ativos no processo da terapia. 

Entretanto, a maioria dessas notícias também nos revela que a coragem e o amor dessas heroínas que são mãe solo ou que não recebem ajuda efetiva dos pais, são tão grandes que conseguem suprir essa falta paterna na vida das crianças, mesmo em um momento tão difícil para elas. Se as crianças sem uma figura paterna lutam e conseguem vencer o câncer com apoio e carinho diário de suas mães, 

❤

 os atletas da seleção já são vencedores também!!

Publicado em Deixe um comentário

O Casamento de Flávia Flores

A blogueira Flávia Flores, que é a fundadora do Instituto de Quimioterapia e Beleza e uma inspiração para as mulheres que estão passando pela fase difícil que é o diagnóstico de câncer, se casou dia 3 de junho com o grande amor da vida dela, o Ryan! O casamento aconteceu em San Diego, nos Estados Unidos, e contou com a presença de convidados muito especiais como sua família, seus amigos e até a Cat Viviane Roos, que sempre acompanha e apoia o trabalho da Flávia e esteve lá representando todas as mulheres que seguem e se inspiram na ativista nas redes sociais.

O casal se conheceu no ano de 1999, quando Flávia tinha apenas 21 anos, e, desde então, ela sempre sentiu um carinho muito grande pelo americano. Os dois passaram muitos anos sem se ver pois, após a deportação da blogueira dos EUA, pois Ryan, devido à família, nunca conseguiu vir ao Brasil para vê-la. Flávia conta que sofreu muito por conta da saudade que sentia do homem que era apaixonada, e chegou a pedir a Deus que mudasse sua vida.

Nessa mesma época ela descobriu o câncer e não conseguiu entender a situação, mas hoje ela afirma que encontrou o seu propósito: “Hoje eu entendo tudo. Eu tinha uma missão muito maior, um papel para assumir antes de viver o meu grande amor plenamente”. Depois de enfrentar várias barreiras, finalmente houve o reencontro que marcou o início de uma vida a dois de muita paixão e companheirismo. “Toda vez que eu acordo com o Ryan do meu lado eu o beijo e agradeço a Ele (Deus) por essa oportunidade de ser feliz agora”, contou a fundadora do IQeB em entrevista.

A cerimônia de celebração da união do casal gerou uma grande repercussão na internet, pois Flávia Flores compartilhou os momentos mais marcantes de seu casamento em suas redes sociais. A festa começou com muita diversão entre amigos e família em uma Limo Bus e a festa teve até passistas de samba brasileiras para voltar às raízes!

As redes sociais sempre foram muito importantes para a Flávia, pois é por lá que ela se comunica com as Cats, e é por onde recebeu milhares de parabéns das suas amigas e seguidoras do seu conteúdo em prol da autoestima da mulher com câncer e prevenção da doença. A ativista conseguiu mostrar ao mundo a força que uma mulher com esse diagnóstico pode ter e como esse período pode passar por nós sem que deixemos de acreditar em nossos sonhos.