Publicado em Deixe um comentário

NUTRIÇÃO E ONCOLOGIA: ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

A alimentação adequada é essencial para manter o bom equilíbrio do organismo e um estilo de vida mais saudável. É muito importante estarmos atentos aos alimentos que ingerimos, pois, segundo o artigo sobre Alimentação Saudável do Instituto Nacional de Câncer (INCA), muitos deles podem estar relacionados ao risco do surgimento do câncer, assim como os de intestino, mama, próstata, estômago e esôfago. Por isso, deve-se evitar, por exemplo, comidas que contenham uma quantidade de gordura excessiva, como salgados, frituras, carnes com gordura aparente, além de embutidos, como linguiças, presuntos, mortadelas, salames, salsichas, etc, pois geralmente contém um alto teor de sódio e de gordura saturada e enlatados, já que os produtos químicos sintéticos usados para embalar, armazenar e processar esses alimentos produzem um composto tóxico que prejudica a saúde. Se consumidos por muito tempo e em grandes quantidades, podem ser muito perigosos para as células saudáveis, transformando-as em células cancerígenas. ????????

Pacientes com câncer, principalmente, devem se alimentar de forma correta, pois os efeitos colaterais dos medicamentos utilizados no tratamento oncológico podem incluir a perda do apetite, ocasionando uma perda significativa de peso, algo que se torna uma interferência negativa em seu prognóstico, além de evitar a degeneração dos tecidos do corpo e auxiliar na reconstrução daqueles que a quimioterapia possa ter prejudicado. Devido a isso, a alimentação saudável e equilibrada possui uma importância ainda maior na vida dessas pessoas, pois quando não se ingere a quantidade suficiente de nutrientes, o corpo aproveita os que já estão armazenados para servirem de fonte de energia, enfraquecendo as defesas naturais. A rotina alimentar deve conter todos os nutrientes necessários para a saúde, em especial os três grupo de maior relevância: reguladores, construtores e os energéticos, pois serão de grande ajuda para que o paciente não perca a energia durante o período de tratamento. As refeições diárias ideais, não só para pacientes oncológicos, se constituem por 50% de nutrientes reguladores (vitaminas, minerais e fibras), que podem ser encontrados em vegetais crus e cozidos, frutas, verduras e legumes em geral. A outra metade é composta pelos 25% de nutrientes construtores (proteínas), presentes em carnes de boi, peixe e frango, ovos, leite e derivados, e os 25% de nutrientes energéticos (carboidratos e gorduras), existentes nos cereais, tubérculos e raízes, pães, massas, farinhas e óleos vegetais. ????????????

De acordo com o A.C. Camargo Cancer Center, os antioxidantes também são imprescindíveis, pois fornecem substâncias ao organismo que têm a função de combater os radicais livres que atacam as células. Eles estão presentes em alimentos que contenham Vitamina A, como os alaranjados, amarelos e vermelhos; Vitamina C, como as frutas cítricas; Vitamina E, como óleos vegetais, grãos e nozes e minerais como o Zinco, encontrado em castanhas e Selênio, presente nas carnes, leite, nozes e castanhas. Além disso, as fibras também merecem uma atenção especial, pois ajudam principalmente na prevenção de câncer colorretal, já que são essenciais para a eliminação das fezes, e consequentemente de substâncias promotoras do câncer. Beber bastante água (seis a oito copos por dia) também auxilia nesse processo.????????

Assim, optar por alimentos naturais e integrais e de origem vegetal, dosar corretamente as quantidades de carboidratos, proteínas e vegetais, além de praticar os exercícios físicos indicados para cada caso por um médico, é muito importante paral manter um estilo de vida mais saudável, aumentando a longevidade. A alimentação saudável beneficia a todos, mas principalmente os pacientes diagnosticados com câncer, pois são os que mais precisam de força, energia e cuidados com a a saúde nessa fase pela qual estão passando. ?❤?

Publicado em Deixe um comentário

ALIMENTOS UMAMI COMO ALTERNATIVA DURANTE O TRATAMENTO CONTRA O CÂNCER

Alterações no paladar durante o tratamento contra o câncer são reações comuns geradas pelo organismo e que incomodam as pacientes.

O assunto foi pauta do XIV Congresso Brasileiro de Oncologia Pediátrica, que apresentou alguns estudos realizados com diferentes pacientes em tratamento, e que mostram bons resultados com terapias que podem atuar significativamente nos receptores dos sentidos do olfato e paladar, alterando-os ou mesmo destruindo-os.

Quando o tratamento contra o câncer começa, as primeiras alterações no paladar são a perda da sensibilidade aos gostos (disgeusia), principalmente ao doce, além de sensação de amargor e metal na boca, mais percebidos nos casos de tratamento quimioterápico por conta da própria medicação, e a sensação de boca seca (xerostomia).

Isso tudo dificulta a alimentação dos pacientes, o que ajuda a gerar alterações nutricionais e impactos significantes na qualidade de vida. Outra implicação que foi discutida no Congresso, e que pode influenciar o paladar, é o tempo em que os pacientes ficam submetidos às dietas enterais e parenterais.

Alimentos Umami durante o tratamento contra o câncer

Uma das descoberta da pesquisa aponta que alimentos da categoria Umami proporcionam sensibilidade no paladar dos paciente de radioterapia em diferentes ciclos do tratamento contra o câncer.

Já outro estudo mais completo relata que o paladar de alimentos Umami é sentido pelo pacientes até a terceira semana de tratamento, quase sem alteração. Após esse período, ocorre um decaimento com uma leve melhora na sensibilidade após a oitava semana.

Umami é chamado de o quinto gosto básico, ou seja, alimentos que não se encaixam em nenhuma das quatro categorias mais conhecidas: doce, salgado, amargo e azedo. É possível identificá-lo nos alimentos que possuem aminoácidos livres (principalmente ácido glutâmico ou glutamato) e nucleotídeos (inosinato e guanilato) como queijo parmesão, tomate e cogumelos.

Crianças e idosos

No Brasil, um estudo da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), testou a sensibilidade ao gosto Umami em crianças com LLA (Leucemia Linfoide Aguda) e LNH (Linfoma não-Hodgkin) com soluções em diferentes concentrações do realçador de sabor MSG e alimentos que o contém.

Foram avaliados 102 pacientes entre 6 e 15 anos. A maioria deles detectou o gosto Umami a partir da segunda concentração das soluções oferecidas no teste, nas duas sessões a que foram submetidos. Isto pode vir a concluir que as crianças são sensíveis a este gosto e a utilização desse componente nas concentrações tecnológicas recomendadas (<1%) em diferentes preparações e uma orientação alimentar adequada poderia colaborar para a melhora do estado nutricional das crianças em tratamento contra esses tipos de câncer.

Estudos realizados no Japão demonstraram que idosos hospitalizados, que também possuem alterações no paladar e xerostomia, tiveram um aumento significativo da salivação, quando estimulados com soluções de glutamato monossódico em comparação com soluções de ácido cítrico. O aumento da salivação fez com que os idosos se alimentassem melhor e ainda melhorassem o estado nutricional.

Essa estratégia também poderia ser utilizada em pacientes com câncer para reduzir a sensação de boca seca, mas ainda não há nenhuma pesquisa efetiva sobre isso.

Mais estudos são necessários para verificar a sensibilidade ao quinto gosto Umami, bem como o aumento da salivação e aceitação de alimentos fontes de Umami em pacientes com diferentes tipos de câncer. Porém, pelos estudos já publicados, verificamos que a diversidade no cardápio, bem como o estímulo constante das sensações gustativas, podem auxiliar os pacientes a não perderem o sentido do paladar durante o tratamento, já que mantê-lo é extremamente importante para a melhora do estado nutricional durante e após o tratamento contra o câncer.

FONTE: PORTAL UMAMI

Publicado em Deixe um comentário

SORVETE DE MANGA COM HORTELÃ

Ingredientes

  • 4 unidades de manga (bata no processador ou no liquidificador até virar um purê)
  • 100 gramas de castanha de caju crua e sem sal (deixe na água por 4 horas, escorra bem e bata com o mínimo de água até virar um creme)
  • 1 colher (sopa) de tahine (pasta de gergelim)
  • 1 colher (sopa) de adoçante estévia (opcional)
  • 1 colher (café) de baunilha na forma de extrato natural (ou polpa de 1/2 fava da baunilha)
  • 1 colher (chá) de goma guar
  • 1 colher (chá) de goma xantana
  • 2 xícaras (café) de Água
  • • hortelã fresca a gosto

Modo de preparo

No processador ou liquidificador, coloque o purê de manga, o creme de castanha e o tahine. Misture até obter uma consistência homogênea. Adicione a estévia, a baunilha e as gomas guar e xantana já dissolvidas, separadamente, na água. Bata rapidamente e leve ao freezer por 2 horas. Coloque o conteúdo no liquidificador mais uma vez e leve ao freezer até firmar. Sirva com a hortelã. Dura uma semana no freezer.

Fonte: M de Mulher

Publicado em Deixe um comentário

SUCO PARA AUMENTAR A IMUNIDADE

Fonte: Natue Life

Frutas que aumentam a imunidade

As frutas cítricas são ricas em vitamina C, um poderoso antioxidante. Já os vegetais verde-escuro contêm boa quantidade de ácido fólico, que está ligado à formação dos glóbulos brancos.

As sementes e cereais integrais são fontes de zinco, que participa do desenvolvimento e também da integridade do sistema imune. Alguns alimentos como gengibre e oleaginosas dão uma força extra para as nossas células de defesa, já que também são ricos em antioxidantes. Além de todos esses alimentos, o consumo de proteínas é essencial, pois são elas as responsáveis pela construção e formação das células imunológicas.

Para os sucos, uma boa dica é usar as proteínas vegetais, que têm em sua composição todos os aminoácidos essenciais e em quantidades adequadas. Também é possível substituir a água por água de coco, que é rica em potássio, vitamina C e selênio.

como fazer sucos para aumentar a imunidade

A escolha dos ingredientes destes sucos saudáveis é fundamental para o real aproveitamento de seus compostos nutricionais. São muitas as possibilidades de combinações, que podem resultar tanto em um simples suco de frutas como também em um suco mais elaborado que combine vegetais, cereais e sementes. O mais importante, contudo, é garantir que os alimentos para aumentar a imunidade estejam presentes, eles são ricos principalmente em antioxidantes e vitaminas.

Esta receita de suco de laranja com cenoura e agrião, além de saborosa possui muitos benefícios. Este suco fornece boas quantidades de minerais (ferro, cálcio, zinco, potássio), vitamina C, além de alto teor de betacaroteno (vitamina A) e fibras. Uma combinação de ingredientes saudáveis que fortalecem o sistema imune.

como fazer suco de cenoura

INGREDIENTES

Suco de 3 laranjas ;
1 cenoura;
1 xícara (chá) de folhas e talos de agrião;
1 colher (sopa) de semente de chia.

MODO DE PREPARO

1Bata no liquidificador o suco de laranja com cenoura, o agrião e as sementes de chia até ficar bem homogêneo;
2Se quiser servir gelado, acrescente pedras de gelo e bata novamente.
Publicado em Deixe um comentário

SMOOTHIE DE COUVE COM MELÃO

Ingredientes

Modo de preparo

Espécie de suco cremoso, o smoothie pode ser desintoxicante, energético ou só refrescante. Para virar shake, basta adicionar às frutas congeladas uma proteína hidrolisada (como a do arroz). Aqui, os mais pedidos do restaurante Daya & Ture, em São Paulo.

Em um copo, hidrate a chia na água de coco por dez minutos.

Transfira para o liquidificador, junte os demais ingredientes e bata bem.

Sirva imediatamente.

Publicado em Deixe um comentário

COMIDINHAS DELICIOSAS E SAUDÁVEIS

Wrap de Frango:

Um jantar leve, prático e saboroso. E ainda dá para reaproveitar o filé de frango que sobrou do almoço. Confira como faz aqui.

Salada de feijão preto

O feijão preto é rico em proteínas, carboidratos e fibras e muitos nutricionistas indicam consumi-lo durante a noite. O feijão preto está com a batata doce buscando reconhecimento.

Esta receita é do tipo “pique tudo e misture”. Confira todos os ingredientes aqui.

Caldo de mandioquinha com carne moída e salsinha

Faça um caldo de mandioquinha e finalize com um algumas colheres de carne moída bem temperada e salsinha. Vai ficar ainda mais saboroso, indicadíssimo para os dias mais frios. Aprenda a fazer aqui.

Salada de espinafre, morangos e abacate

Ou avocado, se você preferir. Aproveite a época de morangos e sinta-se riquíssimo comendo esta salada.

Misture todos os ingredientes e tempere com sal, azeite, limão, mel e vinagre.

Fonte: https://www.buzzfeed.com/manuelabarem/15-receitas-deliciosas-e-saudaveis-que-voce-precisa-cozinhar?utm_term=.htRZW4E0G#.lmADEvqGZ

Publicado em Deixe um comentário

PICOLÉ DE UVA DE ÁGUA DE COCO

Picolé super me ajudava com enjoo! Principalmente o de limão. E nesse calor, vamos combinar, é uma delícia né? Olha esse receita pra fazer em casa:

Ingredientes

  • 24 unidades de uva sem sementes
  • 150 mililitros de Água de Coco

Modo de preparo

Corte as uvas ao meio, disponha-as em forminhas de picolé e cubra com água de coco. Deixe no freezer por 5 horas.

Rendimento: 6 unidades

Experimente!

Fonte: Boa Forma

Publicado em Deixe um comentário

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL (ORGULHO PINK)

Claro que beleza está relacionado com alimentação também!! Tudo que comemos e fazemos reflete no que a gente é. Uma alimentação equilibrada nos faz mais bonita, mais forte e mais disposta para o dia a dia!

Nesse mês postei episódios do Orgulho Pink para vocês relembrarem. Hoje é o último episódio, com participação da nutricionista Fernanda Reis e a chef Lu Zaidan. O assunto é sobre o que comer durante o tratamento, até porque temos que enfrentar imunidade baixa, inchaço, entre outros efeitos colaterais.

Orgulho Pink é uma websérie que fiz com a Camila Coutinho do Blog Garotas Estúpidas, os episódios são ricos em informações sobre beleza e saúda voltado para mulheres que estão enfrentando câncer.

Publicado em Deixe um comentário

PÃOZINHO SEM GLUTEN

Ingredientes

  • 1 colher (sopa) de farinha de amêndoa ou castanha-do-pará
  • 1 colher (sopa) de polvilho azedo
  • 1 colher (sopa) de farinha de grão-de-bico
  • 1 colher (sopa) de gergelim
  • pitada de sal
  • 3 colheres (sopa) de água

Modo de preparo

Em uma tigela, misture todos os ingredientes. Depois, coloque no grill e deixe dourar (3 a 5 minutos aproximadamente).

Sugestão da Mônica: você pode comer o pãozinho com ovo, geleia ou queijo branco.

* Receita sugerida pela culinarista Mônica Wagner, de São Paulo.  

Fonte: M de Mulher

Publicado em Deixe um comentário

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL, UMA ALIADA AO TRATAMENTO DE CÂNCER

Independente do tipo do câncer, o tratamento é sempre delicado. Isso porque os pacientes ficam debilitados não somente por conta do esforço exigido pelo organismo para reagir à doença e aos tratamentos, mas também pela própria imunidade do organismo, que fica baixa e suscetível a infecções.
Para combater estes sintomas e evitar outras doenças, inclusive, muitos oncologistas indicam um tratamento multidisciplinar, que inclui, por exemplo, o acompanhamento do especialista em Nutrição.
Nos casos em que faz parte do tratamento a quimioterapia, a Nutrição auxilia os pacientes com efeitos colaterais como mucosite, esofagite, diarreia, obstipação, nauseas, vômitos, alteração de paladar, saliva espessa e viscosa, boca seca e aumento de peso em alguns casos.
Uma boa alimentação é fundamental durante o tratamento oncológico, pois ajuda o paciente a se sentir melhor, manter um peso adequado e passar pela quimioterapia, radioterapia, cirurgia ou pela combinação destas terapias da melhor forma possível.
Para ter uma dieta saudável e equilibrada, você precisa comer uma grande variedade de alimentos ricos em nutrientes.A melhor coisa é escolher alimentos ricos em nutrientes de todos os grupos alimentares. Escolha alimentos como legumes, frutas, cereais integrais, carnes magras e peixes. Outra opção são os orgânicos, que não possuem pesticidas, hormônios e antibióticos.Você vai perceber que os alimentos frescos oferecem mais nutrientes e menos açúcar do que os alimentos processados.
Muitas pessoas acreditam que comer menos calorias do que se queima a cada dia vai perder peso, e se você comer o mesmo número de calorias que você queima, irá manter o peso. Porém, isso não funciona para todas as pessoas.Se você está contando calorias, é importante, também, ver o que você está comendo. Se você comer 1200 calorias de bolo, biscoitos e pães brancos, provavelmente não irá perder peso. Já se comer 1200 calorias de frutas, legumes e proteínas magras, provavelmente irá perder peso, além de obter muito mais nutrientes. Contar calorias é apenas uma parte de todo o processo.
Converse com um nutricionista sobre a melhor maneira de perder ou aumentar peso, de acordo com suas metas e seu metabolismo.
Aqui damos algumas dicas para e modificações na alimentação que podem ajudar a enfrentar estes problemas:

  • Faça as refeições em um ambiente agradável, calmo, procurando mastigar bem os alimentos
  • Procure fazer pequenas refeições durante o dia mais frequentemente, ao invés de 2 ou 3 refeições.
  • Não tenha medo de experimentar novos alimentos ou alimentos que não costumava comer, pois o paladar pode modificar durante o tratamento
  • Peça ajuda de amigos e familiares para comprar e preparar os alimentos.

Fonte:(Portal Oncoguia)