Publicado em Deixe um comentário

A importância da individualidade por Claudia Arab

A importância da individualidade

Hoje em dia, é possível encontrarmos vários Guidelines sobre atividade física para diversas populações. Esses guias nos dão recomendações do quanto e do tipo de atividade física indicada para
cada população: crianças, adultos, idosos, cardiopatas, etc. Para pacientes e sobreviventes com câncer
não é diferente. Por exemplo, a American Cancer Society recomenda que adultos realizem ao menos 150 minutos de atividade física moderada ou 75 minutos de atividade física vigorosa (ou ainda uma
combinação destes) ao longo da semana para prevenção de câncer. De acordo com esta instituição, a
atividade física pode reduzir risco para câncer de mama, cólon, endométrio e próstata. Ainda, recomendam que sejam mantidos os níveis de atividade física o quanto antes possível após o diagnóstico de câncer, objetivando, no mínimo, 150 minutos semanais com, pelo menos, 2 dias de
treinamento de força.
Apenas essas recomendações não são suficientes. A individualidade é um dos princípios do treinamento físico. Cada indivíduo é único. Não tem como termos um único treinamento para todos,
pois cada pessoa tem suas especificidades. Quando tivemos o programa de exercícios na faculdade para pacientes em tratamento do câncer de mama, apesar de termos um planejamento geral, as pacientes eram ouvidas e o treinamento era adaptado de acordo com cada participante. Então, por exemplo, um exercício com membros superiores, braços, para algumas participantes era possível e tranquilo; para outras, precisava ter a amplitude diminuída; e, para outras, não era possível fazer, pois sentiam dor ou porque não conseguiam realizar o movimento por falta de força, de controle do movimento e/ou de flexibilidade. Outro ponto é a intensidade (além do volume e estes são inversamente associados, ou seja, treino “mais pesado” = “treino mais curto” e “mais leve” = “mais longo”). A intensidade moderada para uma pessoa pode ser a leve de alguém e a intensa de outro alguém.
Não temos todos o mesmo condicionamento físico, histórico, características e capacidades. Por isso, é essencial que haja prescrição individualizada. Um treino que alguém faz muito provavelmente não é o mais adequado para você. Pode ser que esse treino seja ótimo e que a pessoa tenha excelentes resultados com ele, mas não significa que também terá esses efeitos para você. Não existe uma receita correta, apenas os ingredientes essenciais (como a continuidade, progressão, recuperação e especificidade)! É preciso respeitar a individualidade para prescrever e realizar um treinamento físico
que gere bons resultados. Como conseguir a individualidade? Buscando um profissional de educação
física!

Publicado em Deixe um comentário

Só sei que nada sei por Diana Vilas Boas

Oi Cats! Sempre pensando em vocês, e na reflexão sobre algum assunto que faça sentido para nós…
Eu procuro transmitir de forma muito honesta o que eu sinto, referente a algum tema, ou algo que mobiliza e faz a gente pensar e rever o que acredita.
Como diz o famoso filósofo Sócrates: “Só sei que nada sei”…
Então, temos que estar sempre abertos para o que podemos aprender, para o que poderá nos fazer bem, mas principalmente para o que nos faz ver as coisas de modo diferente, para o que nos faz “sair da caixa” e olhar outras perspectivas.
Essa é a grande questão que eu quero que fique muito claro para vocês, eu não tenho que aceitar o que dizem ou fazem, tenho que cultivar minha liberdade de expressão, de opinião e de viver a minha vida, da forma que for melhor para mim.
Quando você acha que já conhece algo, procure questionar-se e olhar de outra forma, será que há outras maneiras de ver a mesma coisa e que poderá ser tão bom quanto, ou melhor ainda? Eu ouvi em algum lugar: “ter dúvidas é sinal de sabedoria”.
Procure sempre pesquisar, estudar, modificar, ver outras opções, não se deixe levar pela opinião dos outros, pela mídia, por pensadores, filósofos, ou quem quer que seja, pois muitas vezes, você pode ter a melhor resposta, a sua ideia pode ser muito boa…
Use a sua liberdade de pensamento e de opinião, não aceite simplesmente, pense!!!
Fiquem bem e sejam felizes! Da maneira que se sentirem melhor!
Grande abraço!

Publicado em Deixe um comentário

Uma Oração da Presença (Wagner Borges) por Diana Vilas Boas

Cats queridas, 

?

 confiram essa oração linda, cheia de luz e amor que a nossa Coach em Resiliência Diana Vilas Boas nos mandou!! 

❤
?
?

 Alô Cats! Como estão as queridas meninas?Hoje eu quero passar para vocês uma oração maravilhosa que me fez um bem enorme e me fez lembrar de tantas pessoas fortes e poderosas com o vocês, que sabem que podem conseguir o melhor de si mesmas e da vida. Uma Oração da Presença (Wagner Borges)Que você se sinta acolhido e protegido em seu próprio coração.Que haja integridade em seu Ser.Que coisa alguma possa diminuir sua luz ou derrubar a força da vida em você.Que você valorize, cada vez mais, o dom da vida e desfrute a existência como um presente.Que o seu olhar tenha o brilho das estrelas, e o seu coração seja um sol de amor.Que nada tire a sua compreensão valiosa de que a luz do Todo está em tudo.Que o seu sorriso lindo seja uma inspiração para aqueles que perderam a alegria.Que você seja uma dádiva de luz, por onde for, entre os homens e os espíritos…Que você jamais deixe de sonhar com um mundo melhor, mesmo com tantas coisas estranhas rondando em torno.Que você encontre felicidade em si mesmo, só pelo fato de existir.Que você continue confiante nos valores conscienciais sadios queabraçou, mesmo que ninguém entenda os motivos de sua esperança.Que você continue caminhando de cabeça erguida, sem deixar que alguém rebaixe sua autoestima.Que o seu amor aqueça outros corações.Que, naqueles momentos de provas acerbas, onde o cansaço e a solidão apertarem o cerco, você se sinta seguro no benévolo círculo da Presença.Que você sempre sinta a companhia dos seres de luz em seus caminhos de vida…Que você seja um presente, por onde for…Que você, seja quem for, jamais esqueça do sopro vital da Presença em sua vida.Que o brilho do sol fortaleça sua saúde.Que a placidez da luz do luar inspire o seu recolhimento e suas reflexões sadias.Que a prece seja sua parceira, e a sabedoria equilibre suas emoções.Que você seja um lindo beija-flor, e que o planeta seja o seu jardim florido.Que você saiba ver, para além dos sentidos, o Espírito Eterno que anima tudo.Que você abençoe, mesmo que ninguém entenda e, por isso, sejaabençoado.Que os espíritos da natureza vejam você como alguém que respeita a Mãe Terra.Que as estrelas vejam você como alguém que brilha e respeita a si mesmo e aos outros.Que você, seja quem for, e por onde for, esteja sempre no benévolo círculo de amor da Presença.Que você seja feliz, só por existir.Paz e Luz, e um abraço com muito carinho.

Publicado em Deixe um comentário

Bronzeamento e o risco de câncer de pele por Dr. Felipe Ades

Bom dia Cats!! Vale a pena conferir a matéria do nosso diretor cientifico Dr. Felipe Ades, oncologista, que nos informa sobre bronzeamento artificial bronzeamento ao sol e o risco de câncer de pele!!

Os melanócitos são as células responsáveis pela produção do pigmento escuro da pele, conhecido como melanina. Quando a radiação ultravioleta do Sol atinge a pele, os melanócitos são estimulados a produzir mais melanina, causando assim ao bronzeamento. Em última análise o bronzeamento é uma reação da pele à agressão pelos raios ultravioletas.

A exposição repetida à radiação ultravioleta causa o envelhecimento precoce da pele. É comum notar-se, em pessoas mais velhas, a diferença da pele de áreas expostas continuamente ao sol, como mãos e face, com áreas não expostas, como a pele do abdome. Há muito menos nevos (as pintas escuras da pele) em áreas protegidas do sol que em áreas expostas. Nota-se também maior surgimento de rugas e mudança da textura da pele em pessoas que tiveram exposição crônica ao Sol.

O risco de queimadura e dano à pele é proporcional à intensidade dos raios ultravioletas, ao tempo de exposição e ao tipo da pele. Quanto mais intensa a exposição, maior é o risco de queimaduras solares e danos ao DNA das células da pele.

Os tipos de pele são classificados em 6 níveis, quanto maior a classificação, maior a resistência da pele aos raios ultravioletas. Esta classificação é conhecida como fototipo e graduada de acordo com a escala de Fitzpatrick. (veja a tabela abaixo)

Tipo da peleCor da peleReação ao Sol
1BrancaSempre queima e não bronzeia
2BrancaSempre queima e bronzeia pouco
3Branca a morenaQueima pouco e bronzeia gradualmente
4Morena claraQueima pouco e bronzeia
5Morena escuraQueima raramente e bronzeia muito
6NegraNunca queima e bronzeia muito
Lesões da pele em uma mulher jovem com fototipo 1.

O maior perigo dos danos ao DNA das células da pele, no entanto, é o aparecimento de diversos tipos de câncer de pele, como carcinomas basocelulares, espinocelulares e melanoma, o câncer de pele mais agressivo.

Por isso os médicos recomendam evitar a exposição solar no período de 10h da manhã às 16h, onde há grande intensidade de raios ultravioletas, em particular UVB, a mais nociva para a pele.

E quanto às câmaras de bronzeamento artificial, são seguras?

As câmaras de bronzeamento artificial funcionam expondo os usuários à radiação ultravioleta (UVA e UVB), semelhante à radiação solar. Elas são programadas para liberar uma grande quantidade de radiação ultravioleta em um pequeno período de tempo. Seus danos à pele são tão intensos quanto os danos da radiação solar. Dependendo da intensidade das lâmpadas usadas, a exposição a radiação ultravioleta pode ser até maior que a da radiação do Sol.

Protetores solares bloqueiam os raios ultravioletas.

Exposição a raios ultravioletas, sejam eles do Sol ou das câmaras de bronzeamento artificial, aumenta a risco de desenvolvimento de todos os tipos de câncer de pele.

Diversos estudos avaliaram a relação entre câncer de pele e o hábito de se bronzear em câmaras de bronzeamento artificial. Uma análise combinada de diversos estudos conduzidos nos Estados Unidos, Austrália e Europa mostrou uma forte associação entre bronzeamento artificial e o desenvolvimento de melanoma. Um segundo estudo avaliou se o risco de desenvolvimento de câncer de pele seria menor com o uso de câmaras de bronzeamento mais modernas e constatou que não há diferença. As câmaras modernas emitem altas doses de radiação ultravioleta sendo também arriscadas. Foi estimado que nos Estados Unidos, Austrália e Europa ocorram 400.000 novos casos de câncer de pele por ano relacionado ao uso de câmaras de bronzeamento, sendo 10.000 deles melanomas, o tipo mais perigoso de câncer de pele.

Na nossa sociedade a pele bronzeada é associada à saúde e jovialidade. Em outras sociedades, como em países asiáticos, o padrão de beleza é o oposto, quanto mais branca a pele, melhor.

É importante notar que qualquer tipo de bronzeamento é, biologicamente, uma reação da pele à agressão pelos raios ultravioletas. Se você quer se bronzear, não existe uma recomendação médica formal quanto a como fazer isso. No entanto existe uma recomendação médica quanto a como se proteger do excesso de raios ultravioletas.

  1. Evite se expor ao Sol no horário de maior incidência de raios ultravioletas (10h as 16h).
  2. Não faça bronzeamento artificial.
  3. Use protetor solar compatível com seu tipo de pele e reaplique em intervalos regulares e após entrar na água.
  4. Para crianças pequenas, em particular menores de 5 anos, use roupas que protejam do Sol e protetor solar em áreas expostas.
Publicado em Deixe um comentário

Escute a si mesma por Diana Vilas Boas

❤
?
?

Cats, vamos falar sobre a nossa voz interior?  Confiram o texto maravilhoso da nossa Coach em Resiliência, Diana Vilas Boas, refletindo sobre como podemos usar melhor a nossa intuição ao nosso favor!! 

?

Se interessou pelo trabalho da Di? Só clicar aqui e fazer cadastro:
http://quimioterapiaebeleza.com.br/coaching-em-resili…/ ou ir direto no banner do nosso site do IQeB! Oi queridas Cats!Eu estava pensando num texto para escrever para vocês, quando me deparei com uma linda mensagem que fez muito sentido para mim e que diz: “Escute a si mesmo”, e isso me motivou a falar sobre esse tema.Isso mesmo, temos uma voz interna, uma intuição, um eu superior, que parece, muitas vezes, saber o que é melhor para nós em determinado momento, o que devemos fazer para resolver uma situação, que atitude tomar ou que caminho seguir.Com certeza temos essa sabedoria interna, mas nem sempre somos capazes de ouvir e obedecer ao que manda essa voz, essa intuição, esse eu superior, não importa o nome que tenha, mas sim que está lá, nos alertando, nos guiando, ou dando respostas para as nossas perguntas…Eu digo que nos processos de coaching, quando fazemos perguntas e provocamos a reflexão, as respostas vem de dentro, as pessoas sabem o que fazer e o que pode ser melhor para elas, é só mesmo uma questão de estimular o pensamento.Então, se o seu corpo está te falando para evitar certos hábitos nocivos à saúde, faça isso, se a tua intuição está te dizendo para se distanciar de certas pessoas e se aproximar de quem te faz bem, faça isso também…Ouça o seu coração…o que é bom para mim? O que eu quero fazer para melhorar minha vida? Pense em um projeto novo, em alguma mudança, por menor que seja, busque o que vai te fazer bem. Quem sabe, ler um bom livro, estar com uma pessoa que goste, ter mais contato com a natureza, fazer um curso, ou algo que possa estar ao seu alcance. Não precisa ser nada espetacular, nenhuma mudança radical, mas comece pelo simples, algo que a tua intuição te inspire.Experimente ouvir o seu interior, ou o seu “eu superior”, ele sabe das coisas, você vai se surpreender!Estou sempre pronta a ajudar na sua reflexão.Um grande abraço a todas!

Publicado em Deixe um comentário

Como anda o otimismo de vocês? por Diana Vilas Boas

?
?

Olá Cats queridas, vamos refletir se estamos colocando bastante otimismo em nossas vidas?   Confiram o texto da nossa Coach em Resiliência, Diana Vilas Boas, está ótimooo! 

?

Se interessou pelo trabalho da Di? Só clicar aqui e fazer cadastro:
http://quimioterapiaebeleza.com.br/coaching-em-resili…/ ou ir direto no banner do nosso site do IQeB! 

Olá queridas Cats! Passando por aqui para reforçar alguns pontos importantes.
Como anda o otimismo de vocês? É uma das áreas da resiliência de maior importância, que nos
permite olhar para frente com entusiasmo, com alegria e vontade de realizar nossos projetos.
Como já falamos outras vezes, a resiliência está baseada em crenças, que dizem respeito à
forma de ver a vida, de ver as pessoas e ver o mundo que nos cerca.
Quando falamos de otimismo, temos que considerar alguns aspectos importantes que
compõem esse estado de ser, e que podem ajudar a superar as dificuldades com maior chance
de sucesso: a criatividade, o humor e o entusiasmo.
Diante de uma situação de stress eu tenho que buscar novas alternativas, tenho que usar a
minha criatividade para fazer diferente e mudar o quadro que se apresenta. Posso usar o que
já sei e já conheço de uma maneira nova e daí então, estarei treinando a minha criatividade.
Não deu certo assim, que tal fazer de uma outra forma?
Tenho que buscar os pontos positivos, nem sempre tudo é negativo, e criar uma atmosfera de
bom humor. Quando colocamos bom humor, tudo se resolve com mais facilidade. Temos que
ter consciência do nosso senso de humor, como está? Posso melhorar? É uma questão de
treino e de conscientização.
E o nosso entusiasmo? O quanto eu coloco de energia para resolver uma situação? Quanto eu
coloco de determinação? Temos essa percepção? Então vamos observar…
Temos que cultivar o bom humor, celebrar os sucessos e não ficar só focando no negativo.
Vamos pensar nesses aspectos? Temos que rever nossas crenças que podem estar
influenciando nossos comportamentos, e a partir daí dar um outro significado que pode fazer a
diferença em nosso otimismo e também no sentido de vida.
Vamos praticar? O Importante é termos essa consciência e ficarmos atentos aos nossos
comportamentos e o que pode ser melhorado, e daí, com certeza, os resultados virão…
Um grande abraço a todas, fiquem bem.

Publicado em Deixe um comentário

A vida segue! A forma como você a encara é que pode fazer a diferença por Rafaela Mendes

❤

Cats queridas, a nossa colunista Rafaela Mendes, fundadora do Projeto Onncovida, nos traz esse texto com dicas gerais de como se sentir melhor com você mesma diariamente. 

A vida segue! A forma como você a encara é que pode fazer a diferença

Oi meninas. Aqui é a Rafaela Mendes mais uma vez com vocês. Adoro escrever para vocês, compartilhar minhas experiências no Projeto Onncovida e saber que, de alguma forma, as breves palavras que escrevo podem ajudar de algum modo.
Hoje quero falar para você, mulher, paciente oncológica, que recebeu o diagnóstico recentemente ou não…imagino o que está se passando na sua cabeça…você que é mãe, esposa, filha, empreendedora, amiga, colega…
As dificuldades vão surgir, mas a forma como você as encara é que podem mudar todo o caminho.
Hoje vou dar algumas dicas gerais, para ajudar no percurso:
1. Reflita o que faz você feliz e porquê. Faça uma listinha…quando você olhar para a folha que escreveu, você vai ver que existe muita coisa que você adora na sua vida…fique com essa folha grudadinha em você.
2. Use roupas de algodão…fresquinhas e que a pele consiga respirar.
3. Cor…muita cor!!! O que você gostar…use e abuse!!!  (ah, e sabe aqueles dias do bicho ruim, que a gente tá mais tristinha?? ABUSE AINDA MAIS EM VESTIR ROUPA COLORIDA!)
4. SE ame….é tão bom quando a gente se consegue amar! Eu sei que não é fácil, mas a verdade é que é possível, e só você consegue fazer isso….se cuide, hidrate sua pele, faça uma maquiagem leve – nos dias de hoje tem produtos orgânicos e veganos que não agridem a pele, são super naturais, e além de valorizar o seu rosto ainda cuidam dele.
Um dia alguma das minhas meninas me falou assim:” Rafa, eu não sou assim, eu estou passando por este momento!”, e é isso mesmo, você não é aquele momento, você está passando por ele.

Publicado em Deixe um comentário

Oficina da Solidariedade por Diana Vilas Boas

?
❤

Olá Cats queridas!  Essa sexta temos o texto da nossa coach em resiliência Diana Vilas Boas falando sobre a dinâmica que fizemos semana passadas, dia 15! 

Hoje eu quero falar um pouco do nosso evento, a Oficina da Solidariedade, que começamos a
fazer na semana passada e que espero, venha a ser um espaço nosso, para nos reunirmos e
conversamos sobre tudo o que possa nos fazer bem e nos ajudar a vencer as adversidades.
A ideia é sempre levar para o encontro algum assunto interessante, outras pessoas que
possam acrescentar com experiência e conhecimentos, vídeos, filmes motivadores, mas
principalmente um espaço para que todas possam falar das suas aflições, trocar informações e
poder ajudar umas às outras.
E como faz bem ser ouvida, ser entendida, receber carinho e atenção, energizar-se e
empoderar-se para enfrentar os desafios da doença e tratamento.
Posso dizer para vocês, que me emocionei muito com os depoimentos! Que mulheres
corajosas e guerreiras! Todas tem uma forma peculiar de enfrentar os desafios que vão
aparecendo ao longo do tratamento e vão encontrando forças para aceitar, descobrir novos
caminhos, e assim, ir vencendo cada etapa.
Saber que outras pessoas enfrentaram os mesmos problemas e conseguiram superar, nos
deixa mais fortes, se ela conseguiu eu também posso, saber que há tantas possibilidades de
tratamento, tantos recursos na medicina moderna, renova as esperanças e a vontade de lutar.
Conversamos sobre resiliência e como pode nos ajudar a vencer nossas crenças e a
resinificar o que acreditamos. Podemos sim, fortalecer cada área da resiliência e equilibrar a
nossa autoconfiança, autoestima, otimismo e razão de viver.
E vamos que vamos! É como diz o Nietzsche em sua famosa frase: “O que não me mata me
fortalece.”
Teremos sempre imenso prazer em receber vocês para esses encontros, tomar um café
acompanhado de um bolo gostoso, tudo preparado com muito amor e carinho.
Gostaria também de saber a opinião de vocês, receber ideias e sugestões que possam ser úteis
ao nosso trabalho.
Um grande abraço a todas! Fiquem bem.

Publicado em Deixe um comentário

Você pode mudar sua visão – Seu foco de VIDA por Rafaela Mendes

?
❤

Cats,  esse novo texto da nossa colunista Rafaela Mendes, fundadora do Onncovida, traz uma novidade sobre a vida dela e a percepção que ela teve das Cats nesse projeto incrível. 

Você pode mudar sua visão – Seu foco de VIDA

?

Minhas lindas leitoras, já faz um tempo que eu não escrevo pra vocês. Mas hoje consegui
um tempinho especialmente para vocês. E quero compartilhar algumas coisas com vocês.
A primeira é que vou me mudar para o meu País. Vivo no Brasil há sete anos, mas agora vou
voltar para Portugal. Mas, gente…não vou esquecer o Brasil nunca! Foi aqui que
consegui ter o impulso de mudar a minha vida, tanto pessoal quanto profissional. Foi aqui
que consegui criar e desenvolver o Projeto da Onncovida…então levarei o Brasil em um
cantinho muito especial do meu coração. E estou procurando soluções para
desenvolver o projeto Online, mas ainda está em estudo. 
Outra coisa que quero partilhar com vocês é que ao longo das turmas que fiz da
Onncovida, algo tem me chamado muito a atenção e quero falar para vocês. Sinto que
quando as mulheres chegam no nosso primeiro encontro do curso estão muito
desconfiadas, fechadas e infelizes com elas mesmas (e muitas das vezes a
causa principal não é a doença).
E ao longo dos encontros algo que repito muito é a importância de cada uma
conhecer o seu “eu” interior – se abrir honestamente para si mesma. E gente, de
verdade, não adianta vestir o corpo com a melhor roupa, usar jóias caras, rir toda
hora e querer ser “firme”, se por dentro você está chorando e o seu interior está num
vazio que sempre ecoa. Conhecer o seu interior é essencial em todo o processo
oncológico. Ter uma base de vida forte e sólida, pode ser significativo durante os
procedimentos – A força de querer viver, a coragem, e a FÉ. Acreditar! Mas Rafa,
como consigo isso? Uma base sólida se constrói com 3 palavras: AMOR, GRATIDÃO E
PERDÃO! O amor a gente até tem, e a gratidão a gente aprende facilmente…o bicho
pega é no perdão. Se perdoar e perdoar o outro não é fácil, mas é possível – sem culpa
e sem barreiras. É possível, é importante e é essencial para você se limpar de
sentimentos menos bons. E quando você experimenta…é maravilhoso e pode confiar
em mim, eu sei do que eu estou falando! 

Publicado em Deixe um comentário

Meditação e Consciência Plena por Diana Vilas Boas

Cats queridas! 

?

 Hoje temos mais um super texto reflexivo da nossa Coach em Resiliência Diana Vilas Boas! 

❤

 Dessa vez é sobre mudar nossas atitudes cotidianas e aproveitar os benefícios da meditação e da consciência plena em nossas vidas!! 

?

♀
?

 Se quiserem falar com ela é só se cadastrar no site: http://quimioterapiaebeleza.com.br/coaching-em-resili…/ Hoje quero falar um pouco sobre Meditação e Consciência plena, baseada nos ensinamentos da Dra. Joan Borysenko, médica integrativa que trabalha com a conexão corpo-mente autora de vários livros e pessoa de grande prestígio nessa área.“A Consciência plena é a meditação em ação e envolve uma abordagem do “aqui e agora”, que permite à vida acontecer sem limitações ou julgamentos. Significa estar aberto à tomada de consciência de cada momento como ele é, e o que poderia trazer. É um estado relaxado de atenção tanto em relação ao mundo interno, de pensamentos e sentimentos, quanto ao mundo externo, de ações e percepções.” Quanta coisa deixamos passar por não estarmos conscientes e ligadas ao momento, às experiências que estamos vivendo, quase sempre contaminadas pelo julgamento, ou por estarmos sempre ligados a outros assuntos e preocupações.Consciência plena quer dizer saborear realmente a comida durante as refeições, é se abrir para a experiência do movimento, aos elementos de cheiro e sabor e a tudo que possa nos provocar sensações prazerosas, e a nos permitir enxergar com clareza a essência das coisas.Viver o presente! Treinar a percepção e ver como elas se renovam!Você pode treinar diariamente o uso da consciência plena:Primeiro passo: Escolha uma atividade do seu dia a dia, por mais simples que seja, escovar os dentes, comer uma fruta, fazer amor, e outras, e a realize como uma meditação, com consciência plena, e vai se surpreender com as sensações que descobrir. Segundo passo: Veja onde sua mente está, e decida para onde quer que ela vá. Concentre-se na sua respiração, dê um longo suspiro e permita-se viver o momento. Respirar, concentrar-se, sentir… este pode ser o foco, para manter sua mente fixa e concentrada no que está ao seu redor. Simplesmente curta, sem julgamentos…Terceiro Passo: Tomada de consciência do pensamento e da reação física. Observar para onde o pensamento vai quando a sua mente divaga, também é uma pratica de conscientização. Os pensamentos podem se angustiantes ou não, e muitas vezes nos tiram do momento presente e provocam até mesmo reações corporais negativas, como ansiedade, stress. A nossa tarefa consiste em procurar romper essa cadeia de pensamentos, trazer de volta para o que eu quero e que me faz mais feliz.Tudo é uma questão de treino e persistência… Sejam felizes nas mínimas coisas do cotidiano, essa é a mensagem de hoje. Grande abraço!